Pedidos de auxílio-desemprego caem nos EUA, contrariando previsões

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Na semana que terminou em 11 de janeiro, os pedidos de auxílio desemprego nos Estados Unidos caíram de 214 mil para 204 mil, uma queda de 10 mil pedidos. Os dados foram divulgados nesta quinta, 16, pelo Departamento do Trabalho dos EUA.

A previsão do mercado era pessimista: estimavam um aumento para 216 mil pedidos de auxílio.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374