PCC realiza fuga em massa de prisão paraguaia

Mateus de Moura Oliveira
Contador, graduando em Direito, especialista em Metodologia do Esino Superior e Contabilidade Tributária. Amante de temas que envolva tributos.

Crédito: Imagem de Ichigo121212 por Pixabay

De acordo com matéria publicada no site da Folha de São Paulo em 19 de janeiro, por Artur Rodrigues e Thiago Amâncio, fugiram 75 presos fugiram na madrugada o último domingo, dia 19-01-2020, da prisão paraguaia de Pedro Juan Caballero.

Segundo informações, a maior parte deles seriam membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que possui grande participação no tráfico de drogas no  país fronteiriço.

Ela ocorreu a partir de um túnel que foi escavado em um dos pavilhões onde ficavam membros da facção e a parte externa da prisão.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Ainda, existe a suspeita que a fuga foi acobertada por autoridades prisionais e tenha sido comprada por US$ 80 mil.

Por conta disso, de acordo com a matéria Cecília Pérez, Ministra da Justiça do Paraguai, destituiu funcionários e o diretor da penitenciária.

Policiamento na fronteira é reforçado

Conforme informações publicadas posteriormente por Artur Rodrigues, o governo do Mato Grosso do Sul enviou em torno de 200 policiais para aumentar a segurança na fronteira Brasil-Paraguai.

A ação foi tomada para dificultar que os presos entrem em território brasileiro.

Sobre o caso, o juiz Sérgio Moro se manifestou da seguinte forma no Twitter:

Estamos trabalhando junto com as forças estaduais para impedir a reentrada no Brasil dos criminosos que fugiram de prisão do Paraguai. Se voltarem ao Brasil, ganham passagem só de ida para presídio federal.

E logo após:

Estamos à disposição também para ajudar o Paraguai na recaptura desses criminosos. O Paraguai tem sido um grande parceiro na luta contra o crime.

Primeira prisão já foi efetuada

Segundo notícia divulgada por Otávio Augusto, através de Metrópoles, uma das pessoas que fugiram da prisão de Juan Caballero, no Paraguai já foi capturado.

As autoridades conseguiram pegar o homem de 39 anos, que é natural da cidade de Imperatriz, no Maranhão, a 49 km de Ponta Porã, município que faz fronteira com o Paraguai.

Quem realizou a prisão foi o Departamento de Operações da Fronteira (DOF), na manhã de hoje, segunda-feira (20/01/2020).

Fazia quatro anos que o homem que se encontrava foragido estava cumprindo pena pelo crime de tráfico de entorpecentes.

Ele foi encontrado no Assentamento Itamarati.