Passagens aéreas, verdades e mentiras para economizar na compra

Paula Soares Amador
Colaboradora EQI
1

Passageiros fazem uso de diversas estratégias para economizar na hora de programar uma viagem. Isso, é resultado das passagens aéreas, que  mudam de preço de uma hora para outra. Na corrida atrás de achar um melhor preço que não encareça a viagem, existem pessoas que aguardam a madrugada para pesquisar preço. Outros, fazem a pesquisa com o navegador de internet anônimo e ainda fazem reservas com muita antecedência. Chegando a ser até com um ano antes do deslocamento.

Se você se enquadra neste perfil, ficará sabendo agora o que é verdade e o que é mito, na hora de poupar com passagens aéreas. O diretor nacional do Viajala, Eduardo Martins, disse, “A gente recebe muitas dúvidas, e a maioria é mito. A principal dica para economizar é pesquisar bastante e acompanhar a evolução dos preços. Só assim para saber quando há uma promoção de verdade para a rota e a data da sua viagem”.

NÃO, comprar passagem aérea na madrugada não fica mais barato

Segundo Eduardo, “Os preços variam muito. As promoções podem acontecer em qualquer horário, até de madrugada. Mas é um mito que durante a noite os preços sejam sempre mais baixos”. As promoções surgem a qualquer momento, durante o horário comercial as empresas emitem os bilhetes para seus colaboradores. E por isso existe a crença que durante o dia seja mais cara.

NÃO, as melhores promoçoes não acontecem somente as Terças-feiras

As passagens aéreas não são mais baratas em um dia específico, apesar de muita gente acreditar que sim. O diretor do Viajala, afirma que isso é apenas um mito e que existem promoções aos finais de semana. O que também não é categorizado como uma data específica, portantos, elas acontecem a qualquer dia.

SIM, passagens aéreas vivem mudando de preço.

Responder o preço de uma passagem aérea com exatidão, é impossível, pois não existe valor fixo. Os valores mudam toda hora, dependendo do dia da viagem e da antecedência do voo. Eduardo afirma, que a pessoa que passa mais tempo pesquisando é o que vai achar os melhores valores, tendo noção se o preço está na média ou não. Segundo ele, a dica é, “sempre pesquisar com antecedência e acompanhar a tendência dos preços. Assim, quando há algum anúncio de promoção é possível ter certeza se o preço realmente caiu ou se é apenas uma pegadinha”.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

SIM, fazer a viagem entre Terça e Quinta-feira pode ser mais barato.

Dependendo do dia do embarque o valor do bilhete muda. “Fugir dos finais de semana é sempre melhor. Segundas e sextas são os dias mais concorridos pelos passageiros corporativos, enquanto sábado e domingo são mais procurados por quem quer dar uma escapada de final de semana”, diz Martins. Ele reforça que entre Terça e Quinta, os valores das passagens aéreas no Viajala é mais barata, e  ainda complementa que, “É quando a demanda é menor e as companhias aéreas fazem mais promoções”.

NÃO, mesmo que a antecedência seja enorme, não é garatia de preço menor

Martins afirma, que comprar o bilhete um ano antes não é  garantia nenhuma de que o preço seja muito abaixo. Nem sempre o valor mais baixo é ponto de início do preço de um determinado voo, o preço se adapta de acordo com cada procura. O histórico da empresa Viajala indica que quando se trata de voos domésticos, o ideal é comprar com 45 a 60 dias de antecedência. Sendo para viagens internacionais o período mais propício de 70 a 150 dias antes do voo.

SIM, A flexibilidade para esolher as datas conta positivamente na hora de comprar mais barato

O passageiro que pode escolher qualquer dia para embarcar, consegue comprar mais barato, mesmo em épocas de alta temporada. Marcos, resposável de maior poder na Viala, afirma também que,”Os períodos de Natal, Réveillon e Carnaval são os mais caros por conta da alta procura. No Ano-Novo, quem precisou voltar no dia 1º de janeiro pagou mais caro. Quem conseguiu voltar alguns dias depois pagou preços melhores”.

NÃO, modo anônimo na internet não ajuda a diminuir o preço da passagem aérea

O maior engano do passageiro, é acreditar que em modo anônimo ele consegue comprar mais barato, isso não existe. O diretor do Viajala, que entende muito do assunto, diz que, .”Esse talvez seja o maior dos mitos. Não há nenhuma evidência sobre isso nem haveria motivo para fazer isso”.

Estratégias que ficam no meio termo e não podemos afirmar nem que SIM e nem que NÃO

Comprar ida e volta no mesmo momento não garante preço mais em conta, isso mudou com a entrada de companhias aéreas de baixo custo no Brasil. Sobre isso, Martins disse que,”Tudo depende dos trechos que serão voados. O importante é o passageiro sempre pesquisar todas as opções para saber qual é a mais vantajosa”.

Não se pode garantir também que com a subida do dólar a passagem aérea encareça. As variações de câmbio afetam profundamente as finanças de companhias aéreas, pois a maioria das coisas na aviação são dolarizadas. O diretor da viajala, afirmou que é praticamente inevitável não aumentar o valor das passagens aéreas pros destinos mais procurados. Ele tmabém afirmou ainda que,”Essa é tendência, mas a lei maior é a da oferta e da procura. A empresa não pode aumentar o preço e voar com o avião vazio”