Paraná Banco (PRBC4) reverte lucro em prejuízo de R$ 7,9 milhões no 3TRI20

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação/Paraná Banco

O Paraná Banco (PRBC4) apresentou prejuízo líquido de R$ 7,9 milhões no terceiro trimestre de 2020. O resultado é 114% menor do que o mesmo período do ano passado, quando a empresa registrou lucro de R$ 56,7 milhões.

No comparativo com o segundo trimestre de 2020, o resultado também foi menor, já que nos três meses anteriores o banco havia registrado lucro de R$ 15,9 milhões.

No acumulado do ano, o saldo é positivo, em R$ 24 milhões de lucro. Mas 87% menor do que os nove meses de 2019, quando o Paraná Banco registrou lucro de R$ 190,7 milhões.

Juliano Custódio. Henrique Bredda. Luiz Barsi. Gustavo Cerbasi.

Estamos Ao Vivo!

Em 3 de novembro, o banco  desistiu de fazer IPO.

Receitas do Paraná Banco aumentaram

Apesar do prejuízo, as receitas das intermediações financeiras aumentaram no terceiro trimestre de 2020.

Assim, a receita do Paraná Banco saiu de R$ 230,1 milhões (3TRI19) para R$ 261,9 milhões (3TRI20).

Créditos em alta

A originação líquida de crédito consignado, que considera o valor liberado, bateu um novo recorde no trimestre, atingindo R$ 955,9 milhões, um aumento de 157,3% em relação ao mesmo trimestre de 2019.

“Este forte crescimento evidencia que a transformação digital no Paraná Banco está no caminho certo”, diz o Paraná Banco.

Já a originação digital do Paraná Banco atingiu R$ 463,3 milhões no 3T20. Ou seja, um crescimento de 1.133% em relação aos R$ 37,6 milhões originados no 3T19

No trimestre, o banco chegou à marca de R$ 5,3 bilhões de carteira de crédito consignado. Comparado ao mesmo período do ano passado, representa um aumento de 53,3%, e de 10,3% em relação ao trimestre anterior.

As receitas da intermediação financeira vêm aumentando ao longo dos trimestres devido ao crescimento da carteira de crédito, atingindo R$ 261,9 milhões no 3T20. Assim, houve um aumento de 9,8% em relação ao 2T20 e aumento de 13,8% em relação ao 3T19.

NIM em 10,9%

A NIM (marquem líquida de juros) encerrou o 3T20 em 10,9%. Ou seja, uma redução de 0,8 ponto percentual em relação ao 2T20 e aumento de 0,6 em relação ao 3T19. No acumulado do ano, atingiu 11,6%, uma redução de 0,1 ponto percentual.

“A estabilidade da NIM em relação aos períodos anteriores reforça o foco do Banco no crescimento da  carteira de crédito e na manutenção da rentabilidade de sua operação, onde a diminuição do lucro líquido é reflexo, principalmente, do descasamento de tempo entre as despesas direcionadas ao crescimento da carteira, reconhecidas no presente, e a receita de juros sobre a carteira originada, apropriada ao longo do tempo”, diz o Paraná Banco.

Caixa e despesas do Paraná Banco

O banco encerrou o terceiro trimestre com caixa de R$ 2,5 bilhões, um aumento de 50% em relação ao 3T19. Segundo a instituição, o valor foi impulsionado por captações em prazos e indexadores que contribuíram para o casamento entre ativos e passivos.

No 3T20, as despesas operacionais foram de R$ 152,7 milhões. Ou seja, aumento de 24,2% em relação ao 2T20 e 105% em relação ao 3T19. No saldo acumulado do ano, aumentaram 91% em relação ao mesmo período do ano passado.

“O aumento nas despesas é justificado pelo investimento no  quadro funcional e investimentos em tecnologia para desenvolver e sustentar a solução digital que impulsionou o crescimento da carteira no período”, diz o banco.

Para participar da nova edição da Money Week, de 23 a 27 de novembro, inscreva-se.

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.