Países europeus podem se beneficiar do acordo entre China e Estados Unidos

Gabriela Brands
Profissional com graduação em Jornalismo, pós-graduação em Planejamento em Comunicação e Gestão de Crises de Imagem e em Marketing. Tem experiência sólida em Comunicação Política, Assessoria de Imprensa e Gestão de Crises.
1

Crédito: Twitter

O acordo comercial firmado entre China e Estados Unidos deve ter efeitos em outros países. Na Europa, por exemplo, acredita-se que o pacto entre as duas maiores economias mundiais deve trazer benefícios a longo prazo.

Conforme artigo publicado no site Global Times, a abertura do mercado chinês vai ampliar as possibilidades de acesso. Assim sendo, empresas europeias também terão mais acesso aos produtos fabricados na China e não apenas empresas americanas.

O mesmo texto lembra que além disso, a União Europeia também deve assinar um acordo com a China. De acordo com o artigo, é altamente provável que o pacto possa ser alcançado ainda em 2020. Com isso, cooperação econômica China-Europa receberá um grande impulso.

Da mesma forma que a China é importante para Europa, a relação com o continente é relevante para o país. O Global Times lembra que em dezembro, o conselheiro de Estado chinês e ministro das Relações Exteriores Wang Yi disse em um discurso que “vemos a Europa como um importante parceiro de cooperação e uma prioridade em nossa agenda diplomática”.

Isso pode ser observado em uma série de reuniões entre a China e a Europa agendadas para este ano. Como por exemplo, a 22ª cúpula UE-China e a reunião da China e dos países da Europa Central e Oriental.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Por fim, o texto ressalta que a China não fechou suas portas para a Europa muito menos impôs qualquer tipo de restrição à cooperação.