Ouro pode se tornar a aplicação mais rentável do ano

Juliana Gusmão
null

Crédito: Imagem /reprodução/infomoney

Desde o início do ano especialistas já alertavam sobre a alta no preço do ouro. O fato se deve a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China. Sobretudo, com medo de uma recessão mundial, a procura por investimentos seguros em relação as turbulências do mercado aumentou. Contudo, essa segurança se deve ao ouro ser menos suscetível à especulação dos bancos e do mercado. Dentre essas especificações, o ouro é um bom investimento. A cotação do metal subiu 34,3% em 2019. Devido ao aumento da procura, investir em ouro pensando na valorização futura também pode gerar bons resultados.

A guerra comercial entre a China e os Estados Unidos se intensificou no atual governo de Donald Trump. Mas, ficou em evidência quando Tup resolveu taxar os produtos chineses. Em resposta, a China também anunciou medidas de taxação sobre os produtos dos Estados Unidos. Além da guerra sobre taxação, o fato da China estar caminhando para se tornar a maior potência econômica mundial, gera crise política.

Com a grande procura pelo ouro, a elevação do preço se tornou inevitável. Além disso, a recente alta da moeda norte-americana frente ao real contribuiu para a cotação do ouro. Tendo em vista que o preço do metal é definido em dólar no mercado internacional. Desde 2018 o ouro apresenta valorização. Salvo que o metal foi a aplicação com melhor rendimento do ano passado, quase 17%.

O investimento é válido?

Se você tiver consciência dos riscos, vale. Diante do cenário de crises que faz com que a valorização do metal aumente, não enxergamos melhoras a curto prazo. A turbulência no mercado internacional deve continuar, o que reforça a valorização do metal até o final do ano. Para investir em ouro é necessário um capital relevante para ampliar as chances de lucro. Diante disso, é indicado para investidores mais experientes. Sobretudo, pela instabilidade alta, podendo variar em curtos períodos de tempo.

Momento certo para comprar, e vender

Quando o mercado se estabiliza, o ouro tende a perder atratividade em relação aos investimentos tradicionais, nesse momento é hora de comprar. Diante desse cenário o metal estará em declínio, possibilitando a compra do seu investimento. Nesse tipo de negociação o investimento em ouro se assemelha ao investimento em renda variável e, assim como a tributação do imposto de renda em ações, é isento de imposto de renda para investimentos menores que R$ 20.000,00.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Com a ocorrência de uma crise econômica, câmbios e ativos em bolsas costumam desvalorizar. Com isso, ocorre a migração para o ouro. Portanto, é o momento exato para vender.

LEIA MAIS:

Ibovespa encerra em queda diante da instabilidade do mercado nos EUA

Após recorde do dia anterior, dólar cai e fecha em R$ 4,19

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.