Mercado financeiro: entenda como funciona cada segmento

Elisa Costa
Jornalista que procura a felicidade na escrita e nas artes.
1

Foto: Freepik

Dentro da economia existem diferentes tipos de mercado, os quais possuem diferentes funções mas que no final das contas, se interligam de alguma forma. 

Esse post é exclusivo para você, que já ouviu falar desses mercados por aí, mas não sabe ao certo o que eles são ou qual papel eles exercem dentro âmbito econômico. Mas antes de entender sobre os diferentes tipos de mercado, precisamos entender um pouco como funciona o Sistema Financeiro Nacional (SFN).

Tudo isso é fiscalizado por entidades normativas, supervisoras e operadoras. As instituições normativas são o Conselho Monetário Nacional (CMN), o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) e o Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC), eles criam as regras para que não ocorram criminalidades, desvios e falta de conduta.

A supervisão fica por conta do Banco Central do Brasil (BC), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Superintendência de Seguros Privados (Susep) e a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). 

As entidades operadoras abrangem diversas instituições como bancos, seguradoras, corretoras e até mesmo a bolsa de valores. 

Você pode encontrar mais informações sobre isso acessando este link, com informações diretas do Banco Central do Brasil. 

O que é “mercado”?

A palavra “mercado” na economia significa toda relação baseada em compra e venda, seguindo a lei da oferta e da demanda. Dentro desta lei, temos o “preço de mercado”, aquele estabelecido entre os compradores e vendedores, que depende do local, do produto, do público alvo, etc.

Afinal, quantos mercados existem?

Dentro do Sistema Financeiro Nacional, existem quatro tipos diferentes de mercado.

Mercado monetário

Ele engloba tudo que é relacionado ao dinheiro, consumo pessoal e coletivo, controlando a oferta de moeda, a taxa de juros e ainda garante a liquidez à economia. Como assim? Se a quantidade de dinheiro presente na política monetária estiver muito grande, o Banco Central (órgão responsável por fiscalizar tudo isso) vende títulos para tirar um pouco do dinheiro que possui, caso aconteça o contrário, ele vende títulos para arrecadar recursos.

Além disso, a liquidez é garantida através de alguns fatores como operações de redesconto, open market e recolhimento compulsório. Esse mercado trabalha com recursos de curto e curtíssimo prazo, geralmente com duração de um dia e é responsável por formular toda a política de moeda e crédito. 

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Mercado de crédito

O mercado de crédito também mexe com dinheiro, mas é o dinheiro que o banco nos empresta para gastar e que, consequentemente, transfere recursos de quem possui muito para quem possui pouco, seja pessoas físicas ou jurídicas. Ele funciona de forma circular, você movimenta seu dinheiro mas depois devolve ao banco.

Também chamado de “mercado bancário”, ele trabalha com recursos de curto a médio prazo e tem alta relação com o PIB, que ajuda a avaliar o nível de intermediação financeira de um país e dados sobre o endividamento global dos agente econômicos. Também é fiscalizado pelo Banco Central.

Mercado de capitais

O mercado de capitais envolve tudo que é comercializado relativo à ações da bolsa de valores. A compra das ações funciona através de um sócio da empresa que tenha participação ativa nos lucros.

Dentro do mercado de capitais, temos outros tipos de mercados que são bem mais específicos e relacionados diretamente com a bolsa de valores, como o mercado de ações, que possui sua própria segmentação, a qual deixaremos para explicar melhor em outros posts. O mercado de capitais é muito usado por novos investidores, porém não é tão favorável pois tem menor liquidez. Quem cuida deste mercado é a CVM.

Mercado de câmbio

Por fim, temos o mercado de câmbio, muito volátil, que taxa o valor da moedas. Envolve o dinheiro de outros países e influencia as exportações, importações, viagens e qualquer outro fator que inclua transações monetárias entre nosso país e o estrangeiro, que ocorrem através de instituições autorizadas, sejam elas bancárias ou não bancárias.

O câmbio é o mecanismo que trata do valor das moedas estrangeiras aqui no Brasil e em outros países. Com a taxa cambial, por exemplo, as indústrias ganham pois importam produtos por um preço pequeno. Adivinha? Esse mercado também é fiscalizado pelo Banco Central.

Todos eles estão interligados?

A boa notícia é que sim! Por exemplo, você não consegue investir no mercado cambial diretamente, mas se você opera na bolsa de valores e usa o dólar, o mercado cambial com certeza tem bastante influência nos seus investimentos. Ou para quem usa empréstimos do banco para abrir um negócio ou comprar ações, o mercado de crédito influenciará suas escolhas. 

Se você ainda tem dúvidas, assista o nosso vídeo sobre Como Funciona o Mercado Financeiro no Brasil:

O que fazer agora

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada. É preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Nossa equipe pode te ajudar a avaliar seu perfil de investidor.

O primeiro passo é uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um especialista no mercado de Investimentos.

É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil de investidor e bater com sua atual carteira de investimentos.