Os investimentos mais indicados por especialistas do mercado para o momento

Conheça as principais indicações de investimentos para o momento.

Késia Rodrigues
Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por tecnologia, investimentos e viagens.
Especialistas opinam sobre os melhores investimentos para o momento

Crédito: Banco de Imagens Pixabay/ By rawpixel.

O ano de 2019 já caminha para o seu fim e muita coisa mudou no que diz respeito aos investimentos mais indicados por especialistas do mercado para o momento.

Este ano também foi o início de um novo governo no Brasil, que veio cercado de expectativas, uma vez que várias promessas foram feitas no sentido de mudar o cenário econômico do país, tais como a aprovação da reforma da Previdência.

Até hoje, vimos o COPOM (Comitê de Política Monetária) reduzir ainda mais a taxa básica de juros e a Bolsa de Valores bater vários recordes, como aconteceu no dia 19 de junho, quando atingiu pela primeira vez a marca dos 100 mil pontos.

Por isso, o que era considerado o melhor investimento há alguns meses, talvez precise ser reconsiderado no momento, pois a queda da taxa de juros afeta, de uma forma direta, principalmente as aplicações em renda fixa, que ainda são as preferidas dos brasileiros.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Neste artigo, por meio da opinião de especialistas do mercado, mostraremos quais são os investimentos mais indicados para o momento. Continue a leitura para saber mais.

Os juros caíram… e agora?

Se você costuma acompanhar as notícias sobre economia e o mercado financeiro, deve ter visto que na quarta-feira, dia 31 de julho, o COPOM reduziu a taxa básica de juros do país (Selic) de 6,5% para 6%.

Na prática, a redução das taxas de juros pode trazer uma série de benefícios para a economia do país, pois os juros baixos estimulam o consumo, tanto das empresas quanto da população em geral.

Por outro lado, a redução dos juros afeta diretamente o rendimento dos investimentos em renda fixa, principalmente aqueles que utilizam a Selic como referência.

Assim, uma alternativa seria procurar por aplicações que continuem pagando bons rendimentos, mesmo em um cenário de juros baixos.

O que contece após a queda da taxa de juros

Uma das saídas que têm sido bastante indicadas por especialistas envolve os investimentos em renda variável, tais como as ações negociadas na Bolsa de Valores.

Enquanto a taxa de juros do país ainda pode cair mais nos próximos meses, a B3 (Bolsa de Valores brasileira) está passando por um dos melhores momentos de sua história, batendo recordes atrás de recordes.

No dia 19 de junho deste ano, o índice Bovespa atingiu a marca histórica de 100 mil pontos, seguida de uma pequena queda nos dias seguintes. Contudo, há várias semanas, o índice vem se mantendo acima dos 100 mil pontos, o que é ótimo para quem aplica na Bolsa.

Por isso, os investimentos mais indicados por especialistas do mercado para o momento têm sido voltados para o mercado da renda variável, pois, aqueles que puderem, podem se beneficiar, e muito, desse bom momento da Bolsa.

A opinião de quem entende do assunto

As mudanças no cenário econômico brasileiro têm deixado muita gente em dúvida na hora de escolher o melhor investimento.

Por isso, perguntamos a um dos assessores de investimentos aqui da EuQueroInvestir a sua opinião e indicação sobre os investimentos mais indicados para o momento. O resultado você confere a partir de agora.

Considere investir na Bolsa de Valores

Gabriela Wajsman Nedeff é assessora de investimentos e aposta nos Fundos de Investimentos Imobiliários – FIIs como uma boa solução para aqueles que desejam começar a investir na Bolsa:

Devemos lembrar que os juros representam uma escolha intertemporal, ou seja, a escolha entre consumir hoje ou consumir mais amanhã. Dito isto, em um cenário de redução de juros, as pessoas preferem adiantar suas compras e aproveitar o crédito mais barato em vez de investir nos tradicionais títulos de renda fixa com rendimento ‘só’ de 6% ao ano. Aos inconformados com a baixa rentabilidade dos atuais investimentos, a solução é sofisticar.

Muito se comenta que investimentos em bolsa de valores são as melhores opções para 2019. O que nem todos sabem é que na nossa bolsa não são negociadas apenas ações de empresas. Há diversas outras alternativas à serviço do investidor mais atento.

Nessa linha, uma boa solução para iniciar na bolsa pode ser os Fundos de Investimentos Imobiliários – FII. Ao investir nos FIIs, você se torna sócio de uma parcela de empreendimentos imobiliários – como galpão logístico, shopping, laje corporativa entre outros – e como tal, recebe mensalmente o aluguel proveniente destes imóveis.

Tudo se relaciona com a retomada econômica que vivenciamos internamente: as pessoas voltam aos shoppings; empresas buscam melhores salas corporativas para recolocação; o setor de varejo e e-commerce demandam cada vez mais galpões logísticos em regiões estratégicas do País. Ora, temos aqui uma expectativa muito positiva para os fundos imobiliários.

Com relação aos retornos, desde o dia 14/08/2018 a 13/08/2019 o IFIX (índice que mede a valorização dos principais fundos imobiliários negociados na bolsa, é o “IBOVESPA dos fundos imobiliários”) valorizou 22,88%. Existem mais de 200 fundos imobiliários hoje no Brasil e seus rendimentos mensais variam de 0,4% a 1% ao mês de acordo com o fundo.

Atente-se para o momento mais propício de comprar cotas dos fundos imobiliários, pois muitos gestores de FIIs estão com ofertas públicas. Em vários casos, encontramos novas cotas a um preço abaixo da praticada no mercado. Exemplo: o fundo XPTO11 é negociado a R$ 110,00 e as novas cotas sairão por R$ 100,00 se você comprar direto com o gestor.

Porém, o ponto mais importante quando estamos escolhendo um investimento é se atentar ao seu perfil de investidor e respeitar a sua tolerância ao risco. Existem alguns investimentos que, por determinação da CVM, são limitados a certo perfil de investidor.

Como investir em Fundos de Investimento Imobiliários – FIIs?

FIIs são uma boa recomendação para 2019

Investir em FIIs é muito mais simples do que você imagina, mesmo para quem nunca investiu nesse tipo de aplicação antes.

O primeiro e mais importante passo é abrir uma conta em uma corretora de investimentos, pois os FIIs são negociados na Bolsa e no mercado de balcão organizado, logo, é necessário o intermédio de alguma dessas empresas.

O próximo passo é escolher o fundo em que você irá aplicar. Para isso, considere quais são os imóveis que fazem parte desse fundo, além do seu histórico de rentabilidade.

Caso esse retorno seja superior ao da poupança e a dos demais investimentos em renda fixa, então esse fundo pode ser considerado atrativo.

Se você tiver dúvidas ou se precisar de uma ajuda profissional para escolher o melhor FII, entre em contato com um dos assessores de investimentos da EuQueroInvestir por meio do formulário que está ao final desta página.

A nossa equipe é formada por quase 200 especialistas na área de investimentos e todos estão a sua disposição para tirar dúvidas e ajudar na montagem de uma carteira de investimentos voltada para os seus objetivos e o seu perfil de investidor.

Vale lembrar que, após a escolha do título, você precisa enviar a ordem de compra para a corretora, o que pode ser feito por meio do aplicativo home broker.

Lembre-se que há custos envolvidos ao se investir em FII, tais como: taxa de corretagem, taxa de administração (cobrada pela gestão do fundo) e o Imposto de Renda. Por isso, considere tais gastos quando for analisar a rentabilidade que pode ser obtida com o fundo escolhido.

Entre as vantagens de se investir em Fundos de Investimento Imobiliários está o fato de que você pode adquirir cotas de grandes empreendimentos, tais como shoppings centers, galpões e grandes centros de negócios.

Se quiser saber mais sobre os Fundos Imobiliários, aproveite para ler este artigo.

Devo deixar a renda fixa e partir para a renda variável?

Conheça os Fundos de Investimentos Imobiliários

Apesar de a maioria dos especialistas apontar que a renda variável é a melhor opção para 2019, você não deve desprezar totalmente as aplicações em renda fixa.

Mesmo com juros baixos, a renda fixa é capaz de trazer algum retorno, isso sem a volatilidade que se encontra no mercado de renda variável.

Por isso, a estratégia de diversificar a sua carteira de investimentos ainda continua sendo bastante válida.

Na hora de investir, tente diversificar o seu patrimônio no maior número possível de aplicações que gerem bons rendimentos.

Assim você evita grandes perdas e ainda tem chances de ver o seu patrimônio crescer de uma forma mais segura.

O Tesouro Direto, por exemplo, mesmo tendo sido bastante impactado pela que da dos juros, ainda possui algumas boas oportunidades para quem quer investir, principalmente no longo prazo.

O Tesouro IPCA+, que possui a sua rentabilidade dividida entre prefixada e atrelada à inflação, pode ser indicado para aquelas pessoas que não precisam utilizar o dinheiro agora e podem deixá-lo investido por mais tempo.

Se você já tem um título prefixado do Tesouro Direto, adquirido antes da queda dos juros, o melhor é mantê-lo até o vencimento se você não precisar desse dinheiro até lá, pois os títulos públicos negociados atualmente estão com uma rentabilidade menor.

Considerações finais

Ao longo deste artigo você descobriu quais são os investimentos mais indicados por especialistas do mercado para o momento.

Dessa análise, percebemos que o mercado de renda variável tem sido mais recomendado, mas que a renda fixa não deve ser deixada totalmente de lado.

Por isso, vale a pena realizar um diagnóstico de suas atuais aplicações para saber se sua carteira de investimentos está alinhada com as melhores aplicações disponíveis no mercado atualmente.

Para isso, conte com a ajuda de um assessor de investimentos da EuQueroInvestir. Preencha o formulário ao final desta página e realize um diagnóstico de suas atuais aplicações gratuitamente com um de nossos especialistas.

Não perca essa oportunidade, pois o mercado muda constantemente e você precisa manter seus investimentos atualizados se quiser ter sempre o melhor rendimento.

Esperamos ter te ajudado com essas informações. Bons investimentos!