África: os impactos econômicos do coronavírus

Marcelo Hailer Sanchez
Jornalista, Doutor em Ciências Sociais (PUC-SP) e Mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Pesquisador em Inanna (NIP-PUC-SP). Trabalhei nas redações do Mix Brasil, Revista Junior, Revista A Capa e Revista Fórum. Também tenho trabalhos publicados no Observatório da Imprensa e revista Caros Amigos. Sou co-autor do livro "O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente" (AnnaBlume).

Crédito: Parlamento de Moçambique

De acordo com levantamento feito pelo Observatório da África, 29 países do continente africano possuem casos de coronavírus. As últimas nações a revelarem infecções são a Tanzânia, Somália e Benim. Além desses países, há casos de Covid-19 na Libéria, Etiópia, Quênia, Guiné-Conakry, Namíbia, Essuatini, Guiné Equatorial, República do Congo, Seicheles, República Centro Africana, Mauritânia e Sudão.

Ao todo, são 350 casos confirmados em todo o continente africano.

 

Impactos econômicos e sociais

Os possíveis impactos, sociais e econômicos, da Covid-19 no continente africano é uma questão que preocupa Vera Songwe, secretária executiva da Comissão Econômica da Nações Unidas, que chama atenção, principalmente, para a escassez de recursos médicos em alguns países.

Em entrevista para o jornal francês Le Monde, Songwe afirma que, assim como em todo mundo, o crescimento do continente africano foi revisto para baixo. A expectativa era de um crescimento em torno de 3,2% e agora deve ficar em 1,8%. De acordo com a secretária executiva, essa revisão para baixo se dá porque os principais parceiros econômicos do continente – China e União Europeia – “são mercados fechados hoje”.

Para Vera Songwe, os países mais afetados pela pandemia do coronavírus serão Nigéria, Argélia e Angola, pois, “são os três principais exportadores de petróleo do continente. Estima-se que, somente a Nigéria perderá US$ 19 bilhões”, disse a economista ao Le Monde.

Os países que mais preocupam, em termos econômicos e sociais, são, de acordo com Songwe, os países localizados na região do Saara, na África Central e na Somália. Porém, Vera Songwe destaca que os países do continente que já enfrentaram o ebola possuem expertise e podem ajudar as outras nações.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

 

Em Moçambique, governo anuncia medidas preventivas

Em entrevista exclusiva para a EuQueroInvestir, Alorna Langa, gestora de projetos e moradora de Maputo, capital de Moçambique, disse que na última segunda-feira (16) o governo fez um comunicado e informou que ainda há casos, porém, Alorna afirma que isso “é pouco provável considerando o número de pessoas que chegam de outros países todos os dias”.

Sobre medidas preventivas por parte das autoridades, Langa informa que a única, até esse momento, foi “mandar cancelar eventos com mais de 300 pessoas”, medida que a gestora de projetos também considera pouco razoável levando em conta que “outros países estão a restringir eventos com mais de 10 pessoas”.

 

Alorna também contou a nossa reportagem como a população tem se comportado diante das notícias da pandemia do coronavírus. “A população mais instruída tem estado a tomar medidas preventivas. Algumas empresas estão a fechar por opção própria e também algumas escolas. Mas, aquelas pessoas menos instruídas e com pouco acesso à informação continua a agir normalmente como se nunca fosse chegar cá”, finaliza Alorna Langa.

Moçambique fica ao sul da África, região que também é conhecida como África Austral e faz fronteira com a África do Sul. O país possui uma população de 27 milhões e possui a maior reserva de gás do mundo, destaque para a bacia de Rovuma e, no sul do país, a de Inhambane. Os principais parceiros econômicos do país são África do Sul, Brasil, China e holanda.

Além de possuir a maior reserva de gás do mundo, Moçambique possui, de acordo com guias internacionais de turismo e com a Unesco, as praias mais belas do mundo, o que o torna um dos principais destinos de turismo do mundo.