Os 3 principais riscos do planejamento financeiro

Maurillo Marcondes Lários Naves
Agropecuarista, e assessor de investimentos. Apaixonado pelo mercado financeiro e focado em ajudar pessoas a atingirem seus objetivos financeiros.
1

Crédito: PublicDomainPictures por Pixabay

Imprevistos podem colocar patrimônios e qualidade de vida a perder, veja como identificá-los e se proteger

Um bom planejamento financeiro exige um controle minucioso dos gastos e receitas. Por certo, bons investidores colocam planos no papel para curto, médio e longo prazo. Em virtude disso, aos poucos vão construindo patrimônio e melhorando o padrão de vida de suas famílias. No entanto, poucos se lembram de considerar os imprevistos.

Já conhece o nosso canal no YouTube? Clique e se inscreva

Os imprevistos do planejamento financeiro

Riscos relacionado a fatores econômicos, à saúde, e o risco de vida, quando ocorrem afetam diretamente os planos esboçados, e colocam “em xeque” a qualidade de vida almejada. Os imprevistos são inúmeros, e mesmo os mais cautelosos podem ser pegos de surpresa.

Principais riscos inesperados

Conheça alguns dos principais riscos que mais afetam as famílias e que, portanto, merecem atenção são:

1 – Perda da condição de trabalho e, consequentemente, da geração de renda

Inúmeros riscos do planejamento financeiro podem ocorrer e atrapalhar a geração de renda. Tanto acidentes a saúde física ou mental, quanto o desemprego, por exemplo. Dificilmente as pessoas conseguem manter o padrão de vida quando se tem um impacto negativo na geração renda. Por consequência, os recursos até então poupados acabam sendo resgatados para cobrir gastos.

Quando a causa é uma questão de saúde a dificuldade aumenta, dado que as alternativas de emprego se restringem.

2 – Doenças graves

Primeiramente, todos estão sujeitos a doenças. Além disso, um longo e doloroso período de tratamento médico pode ser necessário, inclusive, às custas de privações de trabalho e planos de carreira. Naturalmente, essa condição de saúde acaba afetando toda a família e amigos, emocional e financeiramente.

3 – A morte

A única certeza da vida é a morte. Embora  isso cause espanto.

O problema é quando ela ocorre quando menos se espera e quando grandes problemas financeiros são causados. Uma morte inesperada atrapalha todos os planos de uma família.

Famílias podem perder a pessoa financeiramente responsável, assim como, as empresas, os sócios. Em virtude do acontecimento, batalhas jurídicas e brigas familiares acabam arruinando os últimos resquícios dos planos idealizados.

A prevenção contra os riscos inesperados

Embora nem todos os riscos possam ser evitados ou mitigados, algumas cautelas podem ser adotadas para se evitar consequências indesejadas. Mais precisamente: o desequilíbrio financeiro e, por consequência, a perda de qualidade de vida e do patrimônio são os principais entraves que podem ser evitados.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Uma forma muito eficiente para mitigar esse conjunto de riscos são os seguros de vida. Para cada pessoa existe um tipo de seguro de vida adequado. Portanto, cada evento inesperado pode afetar de forma diferente cada indivíduo ou família, conforme a situação financeira e dos planos e sonhos de vida.

Em conclusão, um bom planejamento financeiro exige, também, uma boa gestão de riscos.

Um assessor de investimentos por conhecer toda a história de vida do cliente, e tem acesso aos dados financeiros é um profissional indicado para avaliar os riscos envolvidos e proteger todo o planejamento financeiro do seu cliente.

Esta é a função de um Assessor de Investimentos

Entender o investidor em uma profundidade maior do que o gerente do seu banco ou corretoras digitais e monitorar o mercado em busca de oportunidades que se enquadram em sua realidade, são atribuições do Assessor de Investimentos.

O papel dele é unir seus objetivos pessoas e profissionais, momento financeiro, perfil de investidor e avaliar o mercado para te apoiar com os investimentos que estiverem alinhados com seu momento.

Disponibilizo abaixo, a oportunidade de você realizar um diagnóstico e tirar todas as suas dúvidas sobre investimentos, conversando com um especialista no assunto.

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.