Opinião: Jerome Powell e seu discurso Patropinesco

Filipe Teixeira
null

Crédito: Reprodução: Escolinha do Professor Raimundo 1998 - Globo

Além de Trump, desta vez os mercados também não gostaram do discurso do presidente do FED

Deu a lógica: os cortes de FED e COPOM, 25 e 50 pontos-base respectivamente, vieram completamente dentro das expectativas do mercado e o mesmo pode ser dito dos discursos de Jerome Powell, do comunicado do COPOM e até mesmo das intempéries tradicionais da já desgastada relação de Donald Trump com o presidente do FED.

“Jay Powell e o Federal Reserve falham de novo. Sem coragem, sem bom senso, sem visão! Um péssimo comunicador!”, tuitou Trump.

Se por aqui a decisão foi unânime e o comunicado muito claro no que diz respeito a possibilidade de novos cortes, por lá o placar foi de 7×3, sendo um dos votos contrários, favorável a um corte de 50 pontos.

O discurso de Jay Powell deixou muito mais dúvidas do que certezas, e isto se refletiu nas bolsas de NY que simplesmente, não sabiam que rumo tomar. Pessoalmente falando, fiquei com a impressão de que o FED está menos inclinado a um novo corte até o final do ano.

Ao nosso Banco Central, resta aguardar agora, os indicadores de varejo, produção industrial, emprego, inflação entre outros, para decidir se continua no atual ritmo de cortes de 50 pontos-base, ou se diminui um pouco o ritmo.

Até parece que não sei

Jerome Powell está se especializando em discursos “Patropinescos” e assim como Donald Trump, o mercado também parece ter perdido a paciência. Ao mesmo tempo em que deixou todas as possibilidades em aberto, o todo poderoso do Federal Reserve tratou de tirar o seu da reta ao afirmar não saber como estará a política monetária daqui um ano.

“Meu … é o seguinte, quer dizer, eu também não sei, mas supondo que soubesse, eu diria, sei lá, entende!” – Diria o lendário personagem Patropi, interpretado pelo saudoso Orival Pessini.

Mais decisões sobre os juros

Ontem à noite foi a vez do Banco Central do Japão definir sua política monetária e por lá, ficou tudo como está em relação aos juros, no entanto, estímulos adicionais à economia foram prometidas para outubro.

Ainda hoje pela manhã, o Banco Central Inglês se reúne e a exemplo do Japão, deve manter as coisas como estão por uma razão muito simples: A indefinição sobre o Brexit.

Fogueira das vaidades

Conforme comentado ontem, Paulo Guedes tenta articular uma alternativa de proposta única e simplificada para a Reforma Tributária.

O desafio do ministro será gigantesco, uma vez que os pavões da Câmara e Senado, disputam o DNA da criança. A equipe econômica deve criar uma comissão mista de deputados e senadores para tentar chegar a um denominador comum.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Fosse eu o responsável pela árdua tarefa, lembraria novamente do célebre personagem citado anteriormente: “me inclua fora dessa!”

(Filipe Teixeira  – Wisir Research) – https://t.me/wisir