Opep tem menor nível de produção de petróleo em duas décadas

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Getty Images

O acordo entre Arábia Saudita, Rússia e países aliados para a produção de petróleo fez a Opep atingir o menor nível em duas décadas em junho.

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

Os dados foram divulgados após uma pesquisa realizada pela Reuters, fato que levou o cartel a conseguir adesão de mais de 100% a seu pacto de redução de produção.

De acordo com a pesquisa, a Opep bombeou, em média, 22,62 milhões de barris por dia em junho.

Os números apontam para uma queda diária de 1,92 milhões de barris na comparação com o mês de maio.

Coronavírus no centro

O acordo fechado entre os países membros da Opep e seus aliados em abril para cortar a oferta em abril foi causado pelo coronavírus.

A pandemia causou uma queda recorde na demanda do petróleo, o que acabou resultando em menor necessidade de produção, pois os estoques estavam cheios.

O alívio parcial das medidas de isolamento e a menor oferta ajudaram a elevar os preços para acima de 40 dólares, contra uma mínima de 21 anos tocada em abril, abaixo de 16 dólares.

“A demanda deve se recuperar no segundo semestre e há um consenso geral de que o grupo Opep+ atenderá expectativas e entregará um nível de cumprimento (dos cortes) elevado em junho e julho”, disse Tamas Varga, da corretora PVM.

Os benefícios de se ter um assessor de investimentos

Os cortes da Opep

De acordo com a Reuters, os membros da Opep entregaram 107% da meta dos cortes prometidos (6,5 mbpd).

O maior corte foi da Arábia Saudita, que produziu 7,55 milhões de bpd em junho, quase 1 milhão abaixo de sua cota usual.

Emirados Árabes Unidos e Kuweit também promoveram cortes adicionais, enquanto o Iraque reduziu exportações pelo sul e pelo norte, elevando sua adesão para 62%.

Planilha de ações: baixe e faça sua análise para investir