Open Banking é nova arma do BC para atacar taxas de juros dos bancos

Paulo Amaral
null

Crédito: Reprodução/Internet

O Banco Central mantém a tática de atacar as taxas de juros cobradas pelos bancos brasileiros. Um dia depois de fixar em 8% a tarifa máxima de cobrança em cima do uso do cheque especial, anunciou uma nova decisão.

O BC lançou consulta pública para viabilizar a implantação do Open Banking, serviço que usa uma plataforma integrada de dados e serviços financeiros.

A intenção, segundo Otávio Ribeiro Damaso, diretor de Regulação do BC, é permitir o compartilhamento dos dados de clientes entre os bancos, incluindo fintechs, mediante autorização prévia.

Ferramenta

A ferramenta, que faz parte da Agenda BC#, está alinhada com outros países, especialmente o Reino Unido, e é uma outra forma de pressionar os bancos a diminuírem as taxas de juros.

Segundo Damaso, um cliente do banco “X” poderá, por meio do Open Banking, permitir que instituições “Y” ou “Z” tenham acesso aos seus dados para que possam ofertar taxas menores e, com isso, conseguir a conta para si.

“É um modelo amplo e consistente. É uma convicção muito forte do BC de que estaríamos implementando a maior fase de inovação no sistema financeiro”, comentou o diretor, ao Poder 360, empolgado com a possibilidade da implantação da plataforma única.

Projeto pronto somente em 2021

Apesar da empolgação do diretor do Banco Central, a implementação do projeto só tem previsão de ficar 100% pronta em 2021.

A consulta pública tem como prazo final 31 de janeiro de 2020. Depois dela, ainda será realizado um estudo pelo BC  até julho com a intenção de criar uma norma que viabilize a implantação da plataforma.

Implantação em 4 fases

Somente após esse período é que o Open Banking poderá começar a ter suas quatro fases implantadas. O cronograma prevê que a 1ª fase tenha início 5 meses após a publicação da resolução.

Nela, os bancos serão borigados a participar, compartilhando dados de produtos e serviços. Outras instituições financeiras poderão ou não entrar na plataforma.

A 2ª fase, prevista para ter início 8 meses após a publicação da resolução, será em cima do avanço para os dados cadastrais e transações dos clientes, que terão a opção de permitir ou não o acesso aos dados.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

A 3ª fase da implantação do Open Banking, prevista para ter início 9 meses após a resolução,  se refere à integração da plataforma com o sistema de pagamentos instantâneos, que deverá ser implementado até o fim de 2020.

A fase final, 12 meses após a publicação, ou seja, no fim de 2021, prevê o compartilhamento de dados de investimentos e seguros.

 

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.