Opções Binárias: O que são?

Opções Binárias é um tipo de operação que gera muitas dúvidas entre os investidores por conta da promessa de garantir altos lucros em um espaço de tempo bastante curto.

Késia Rodrigues
Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por tecnologia, investimentos e viagens.

Crédito: Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Rawpixel

No mercado, elas também são conhecidas como “operações digitais” ou “operações de retorno fixo” e têm se tornado cada vez mais populares entre os investidores de perfil mais arrojado.

No entanto, antes de apostar em Opções Binárias, é importante que você saiba exatamente o que elas são e quais são os riscos envolvidos, pois são muitos.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Rawpixel

Assim, se você deseja saber o que são Opções Binárias, como elas funcionam e se é seguro investir nelas, então te convido a continuar a leitura deste artigo.

O que são as Opções Binárias?

As Opções Binárias são um tipo de operação em que se recebe tudo ou nada. Nelas, você faz uma espécie de “aposta” e tenta acertar a tendência de queda ou alta de um determinado ativo.

Uma característica muito importante desse tipo de operação é a agilidade, pois essa valorização ou desvalorização dos ativos pode ocorrer em um curtíssimo espaço de tempo, em regra, entre 15 segundos e 30 minutos.

Nesse sentido, a ideia é que você precisa acertar se o ativo em que se “apostou” irá valorizar ou desvalorizar dentro do período escolhido.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By orcearo

Por exemplo: um determinado ativo está cotado em R$ 20,00 e você acredita que ele sofrerá uma alta após um período de 30 minutos. Por esse motivo, você faz uma “aposta” no valor de R$ 10 de que esse ativo sofrerá essa valorização.

Se, ao final do prazo de 30 minutos, o ativo escolhido sofrer essa valorização, então você receberá um percentual do valor aplicado na forma de lucro. No entanto, se você fez a escolha errada e o ativo caiu para menos de R$ 20,00, então perderá os R$ 10,00 aplicados.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Quais são os ativos disponíveis em Opções Binárias?

Existem ativos específicos que podem ser operados via Opções Binárias. Entre eles, podemos listar:

  •  Índices, tais como Dow Jones e S&P 500;
  •  Commodities (minério de ferro, ouro, petróleo etc.);
  •  Pares de moedas; e
  •  Ações de grandes companhias, tais como Amazon, Apple e Coca-Cola.

Os ativos acima também são operados na Bolsa de Valores, no entanto, em operações completamente diferentes.

Como funcionam as Opções Binárias

Agora que você já sabe o que são Opções Binárias, chega o momento de saber como efetivamente elas funcionam.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Rido81

Em suma, uma operação de Opções Binárias depende de três elementos principais:

  •  Um ativo (dentre os citados logo acima);
  •  Duração do investimento; e
  •  Direção da “aposta”.

Existem apenas duas direções possíveis, são elas:

  •  Valorização (higher): essa opção deve ser escolhida se a estratégia utilizada pelo investidor apontar uma alta no valor do ativo dentro do intervalo de tempo escolhido;
  •  Desvalorização (lower): ao contrário da opção anterior, o investidor deverá escolher essa opção se a sua estratégia mostrar que o preço do ativo cairá ao longo do intervalo de tempo escolhido.

Parece bem simples, não é mesmo? Mas, na realidade, escolher um desses movimentos requer um alto conhecimento das tendências do mercado. Além disso, até mesmo os investidores mais experientes consideram essa “aposta” bastante arriscada.

Como funciona a remuneração das Opções Binárias

Um dos motivos que têm promovido um aumento da procura pelas Opções Binárias envolve justamente a remuneração paga nesse tipo de operação.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By serbogachuk

Isso porque, caso você acerte a tendência do ativo escolhido, os ganhos giram em torno de 70% a 90% sobre o valor investido. Nesse sentido, a oscilação do ativo não conta para o cálculo do retorno.

Esse percentual varia de acordo com uma série de fatores, entre eles, a corretora em que se realiza a operação.

No entanto, aqui cabe chamar a sua atenção para um ponto importante: caso você erre a tendência, então todo o valor investido será perdido imediatamente.

Imagine que você apostou na variação de um par de moedas, por exemplo, Dólar (USD)/Euro (EUR). Nessa operação, o valor da aplicação foi de R$ 100 na alta desse ativo e a corretora paga 80% em caso de acerto.

Se ao final do prazo escolhido o par de moedas teve uma valorização, então você receberá R$ 180 em sua conta. Mas, caso tenha ocorrido uma desvalorização, então os R$ 100 apostados serão totalmente perdidos.

Assim, como são apenas duas opções a se escolher, podemos dizer que a sua chance de obter lucros nesse tipo de operação gira em torno de 50%. No entanto, isso pode variar de acordo com uma série de fatores, tais como o seu conhecimento sobre Opções Binárias e o movimento do mercado financeiro.

Quais são os principais formatos de Opções Binárias?

Para além de apenas escolher uma opção, as Opções Binárias contam com seis formatos diferentes de operações que podem ser utilizadas de acordo com a estratégia do investidor. São elas:

Tudo ou Nada:

É o principal formato e o mais comum em Opções Binárias. É nele que o investidor apenas aposta na valorização ou na desvalorização de um determinado ativo. Assim, ganhará aquele que fez a escolha correta, independentemente do valor final do ativo.

Ativos ou Nada:

Este formato é exatamente o contrário do anterior, pois o pagamento dos investidores tem como base o preço do ativo e não a tendência escolhida.

One Touch

Neste formato, o investidor aposta que um ativo atingirá um determinado valor dentro de um intervalo de tempo. Se isso acontecer, então ele ganha. A maior dificuldade nesse tipo de operação é justamente o ativo atingir o valor esperado antes que o tempo acabe.

No Touch

É o contrário do One Touch, ou seja, o investidor ganha se o preço do ativo não atingir o valor estimado até que o tempo acabe.

60 Seconds

É uma modalidade mais ágil entre as Opções Binárias. Isso porque o investidor pode fechar uma transação em apenas alguns segundos, isso sem fazer a troca de tendências.

Range

Já neste formato é definido um limite máximo e um mínimo para o valor do ativo, que deve permanecer dentro desses limites até o fim do tempo estipulado.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By f9photos

É seguro investir em Opções Binárias?

Este, talvez, seja o principal ponto quando o assunto é Opções Binárias, uma vez que a segurança é um dos pontos mais questionados por quem pretende iniciar nesse tipo de aplicação.

Como você pôde observar até aqui, em Opções Binárias você tem, basicamente, duas possibilidades:

  •  Receber um alto lucro sobre o capital apostado; ou
  •  Perder tudo.

Ou seja, é literalmente apostar em um “tudo ou nada”, uma vez que um erro na casa de centavos pode fazer com que você ganhe ou perca muito dinheiro.

Outro ponto de alerta é o fato de as Opções Binárias não serem regulamentadas no Brasil, ou seja, não contam com a aprovação da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), como acontece na Bolsa de Valores, e, portanto, você não poderá contar com a proteção desse órgão caso tenha algum problema.

Por não ser um investimento regulamentado, as empresas que oferecem Opções Binárias no Brasil estão promovendo uma prática ilegal, mesmo que essa oferta seja feita por meio de representantes de alguma corretora estrangeira.

Além disso, sem o respaldo da CVM, é possível que você enfrente alguns problemas com as corretoras internacionais. Um deles é a burocracia na hora de sacar o dinheiro ganho, pois algumas corretoras podem exigir do investidor um valor mínimo para o saque ou um número mínimo de operações antes que seja possível a retirada do dinheiro.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Rawpixel

Outro ponto que deve ser levado em consideração é a segurança de seus dados pessoais. Isso porque, sem a proteção oferecida pela legislação brasileira, as corretoras internacionais podem fazer um uso indiscriminado de suas informações pessoais, utilizando-as, inclusive, para a realização de atividades ilegais ou ilícitas.

No entanto, vale destacar que esses problemas podem sim ser minimizados pelo investidor. Para isso, é necessário que ele pesquise bastante sobre a credibilidade das empresas nas quais irá operar Opções Binárias, principalmente no sentido de verificar se a empresa oferece todas as informações acerca da aplicação e se elas são efetivamente verídicas.

Como não cair em um golpe?

A falta de regulamentação pode aumentar bastante a chance de que você caia em um golpe ao aplicar em Opções Binárias. O grande problema, neste caso, é que você estará sozinho, pois não terá com quem reclamar caso tenha algum problema.

É por isso que é muito importante pesquisar sobre as corretoras que operam Opções Binárias fora do país, uma vez que elas podem ser fraudulentas.

Há casos, por exemplo, de corretoras que manipulam os resultados das operações para fazer com que o investidor perca o seu dinheiro, o que representa um gigantesco problema.

Especialistas no assunto apontam que a melhor maneira de evitar golpes em Opções Binárias é sempre verificar a procedência da empresa que opera esses investimentos.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By f9photos

Além disso, você deve sempre buscar descobrir se o país em que a corretora é instalada possui algum tipo de regulamentação e como ela funciona.

Assim, tomando as devidas precauções e buscando sempre se atualizar acerca das tendências do mercado, todo o risco que envolve as operações de Opções Binárias pode ser reduzido, pelo menos em parte.

No entanto, mesmo cercado de cuidados, os riscos desse tipo de investimento ainda são muito grandes e, portanto, vale a pena fazer um teste de perfil de investidor para saber se o seu perfil é compatível com o risco envolvido.

Hoje, no Brasil, existem pessoas especializadas nesse tipo de operação e que, inclusive, vivem de Opções Binárias. De acordo com eles, conhecer o mercado e aprender sobre técnicas de gerenciamento de risco é fundamental para quem deseja se arriscar nesse tipo de operação.