Onde investir meu dinheiro em 2019: Especialistas opinam

Késia Rodrigues
Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por tecnologia, investimentos e viagens.

O mercado financeiro do Brasil começou o ano de 2019 com uma grande expectativa em função da eleição de um novo governo e, consequentemente, de uma nova equipe econômica.

Após alguns anos em recessão, a economia do país começa a dar os primeiros sinais de recuperação.

Em meio a esse cenário, alguns investimentos acabam se beneficiando, como bem disse Juliano Custódio em seu artigo sobre os melhores investimentos para 2019.

Já estamos no meio do ano e já é possível perceber o que os investidores podem esperar para o restante de 2019.

A Bolsa de Valores bateu recordes neste ano e superou a marca dos 102 mil pontos na última sexta-feira (21). Por outro lado, a Selic se mantém em 6,5% há mais de um ano e há uma expectativa de que ela feche 2019 próxima dos 5%.

A alta na Bolsa é uma ótima notícia para quem investiu ou quer investir em renda variável, já a Selic em baixa tem assustado os investidores da renda fixa, que temem perder rentabilidade em seus investimentos.

Em meio a esse cenário de altos e baixos, as pessoas se perguntam: onde investir o meu dinheiro em 2019? Para responder essa pergunta, nada melhor do que procurar alguém que realmente entenda do mercado financeiro, não é mesmo?!

Pensando nisso, no artigo de hoje, convidamos alguns assessores de investimentos da EuQueroInvestir para dar a sua opinião sobre o assunto e indicar, na opinião de cada um, qual é o melhor investimento para 2019. Confira!

O que o investidor brasileiro ainda pode esperar de 2019?

A eleição de Jair Messias Bolsonaro e a promessa de reformas mexeu bastante com o mercado ainda no ano passado.

A Bolsa de Valores, por exemplo, tem registrado uma série de altas desde o fim de 2018 e, hoje, o esperado é que ela possa se valorizar ainda mais.

A inflação está sob controle e estimada em 4% até o fim de 2019. Já a Selic se mantém estável em 6,5%, a sua menor marca história, mas isso pode mudar até o fim do ano.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Uma pesquisa feita pela XP Investimentos mostrou, inclusive, que grande parte dos investidores acreditam que pode haver uma queda ainda mais acentuada na Selic.

Essa pode ser uma má notícia para quem investe em renda fixa, no entanto, pode favorecer quem investe em renda variável devido a valorização de algumas ações.

Assim, se você ainda está na dúvida e se pergunta: “onde investir o meu dinheiro em 2019?”, saiba que uma ótima aposta para este ano é a diversificação de sua carteira.

Já ouviu alguma vez aquele velho ditado: “não se deve colocar todos os ovos em uma única cesta”? Isso se aplica perfeitamente aos investimentos.

Da mesma forma que essa cesta pode cair e quebrar todos os ovos, quando você investe em apenas uma aplicação, o seu resultado fica vinculado a ela.

Nesse sentido, se esse investimento passar por um momento de baixa, isso significa que você poderá ter prejuízos se não souber lidar com essa situação.

Algumas aplicações, como as ações, passam por momentos de baixa. No entanto, os investidores que conhecem o mercado sabem a hora certa de negociá-las.

Melhores investimentos para 2019 com opinião de especialistas

Se você não sabe ou está em dúvida sobre os melhores investimentos para o ano de 2019, a melhor maneira de sanar essa dúvida é consultando um especialista, isto é, alguém que esteja por dentro da tendência para os investimentos neste ano.

Crédito da imagem: Marcello Casal Jr./Agência Brasil.

A seguir, três assessores de investimentos aqui da EQI Investimentos respondem à pergunta: “onde investir o meu dinheiro em 2019?”, confira as opiniões:

Segundo Paulo Filipe de Souza, assessor de investimentos:

Hoje temos trabalhando bastante com os fundos imobiliários. É um mercado muito nascente ainda no Brasil, mas com nossa taxa de juros muito baixa, tem dado excelentes oportunidades. As características que têm feito esse mercado tão atrativo: aluguel isento de IR, liquidez e diversificação.”

Recentemente, demos uma dica sobre o fundo KNCR11 aqui no site EuQueroInvestir. Para saber mais sobre fundos imobiliários acesse o nosso artigo em que detalhamos o KNCR11.

Para Ângelo Manzan Dalla Vecchia, assessor de investimentos, o primeiro passo para quem quer investir em 2019 é conhecer o seu perfil de investidor e, assim, direcionar-se para aplicações voltadas para esse perfil:

“Minha opinião é a seguinte:

O primeiro passo ao investir é entender qual o seu perfil de investidor. E então sempre alocar nas melhores opções dentro do seu perfil.

Geralmente, as pessoas se consideram mais moderadas ou agressivas com a expectativa de ganhar mais acima da média. Porém, não entendem que isso gera mais volatilidade (ou oscilação) nos investimentos. Ou seja, há chances de ter rentabilidades abaixo do esperado em alguns períodos. Portanto a pergunta que deve ser feita é: eu realmente aguentaria ver meu patrimônio ficar negativo por alguns momentos? Se a resposta for não, você já sabe que é bem conservador.

Mas vamos ao que interessa. Em vias gerais há três perfis: conservador, moderado e agressivo.

O conservador é aquele que é totalmente avesso a risco, não quer ver o patrimônio negativar. As opções para este perfil ficam no universo da renda fixa. Podendo ser crédito bancário (como CDB, LCI, LCA, LC) e até Tesouro Direto para aqueles que são ainda mais conservadores. Outro tipo de investimento que se apresenta muito atrativo nesse período de taxa de juros baixa são créditos privados (como Debêntures, CRA, CRI ou fundos de crédito privado), inclusive muitos deles são isentos de IR.

Obs.: mesmo sendo conservador, é muito importante saber se o seu investimento rende igual ou acima da média de mercado (que é 100% do CDI).

Atenção: se você tem investimentos em bancos tradicionais, é bem provável que esteja deixando dinheiro na mesa.

Quem é moderado já está em um passo à frente na escala de risco porque busca ganhar acima da média.

Aqui seria uma composição entre renda fixa e renda variável. Buscando uma carteira diversificada para ter ativos não correlacionados, afinal não vamos colocar todos os ovos na mesma cesta.

O universo de renda variável vai desde fundos multimercados, câmbio, passando por fundos imobiliários e chegando em ações e fundos de ações.

Com curva de juros baixa (taxa Selic baixando), os fundos imobiliários têm ganhado mais atenção, ainda mais para aqueles que querem uma renda mensal isenta de IR.

Foram muito bem em 2019 e mantêm a perspectiva para os próximos anos, especialmente se você entrar nas emissões de cotas novas destes fundos.

Por último chegamos ao agressivo. Aqui a ideia é aumentar a alocação em ativos de renda variável e diminuir em renda fixa.

Prepare-se para ter uma carteira bastante volátil. Por isso outro ponto muito importante é focar em ter ativos que não sejam totalmente correlacionados. Desde diversificar em ativos de setores diferentes e de regiões diferentes.

Exemplo, se você tem muita posição em bolsa nacional deveria ter ativos de bolsa internacional que sejam dolarizados para proteger sua carteira em momentos ruins aqui no Brasil.

No final de tudo o melhor investimento é aquele que não te tira o sono. Portanto, converse melhor com o seu assessor de investimentos. Abra o jogo com ele que então ele vai saber melhor como te orientar nessa jornada.”

Henrique Felipini, assessor de investimentos, também aponta uma estratégia voltada para cada perfil de investidor, confira:

Perfil conservador: debêntures de empresas com rating alto, por pagarem altas rentabilidades e as debêntures incentivadas, além de serem livres de IR, você investirá em projetos de infraestrutura no país.

Perfil moderado: Fundos de investimentos de debêntures incentivadas, em que um gestor qualificado está gerindo os ativos da carteira. Sendo que, ao aplicar no fundo em si, ele não possui incidência de IR ao realizar resgates.

Perfil arrojado: ETFs focando no índice Bovespa e índices internacionais, para questão de diversificação da carteira de modo global e aproveitar a subida das bolsas. Outra opção são as novas emissões de FIIs e ações de boas empresas.”

Como identificar o meu perfil de investidor?

Como você viu, saber qual é o seu perfil de investidor é o primeiro passo para quem quer começar a investir em 2019 ou mesmo deseja saber se está em um caminho certo.

Existem três tipos de perfis de investidor: conservador, moderado e arrojado.

A principal diferença entre eles está na tolerância ao risco.

Pessoas com perfil mais conservador são aquelas que não estão dispostas, sob nenhuma hipótese, a correr riscos e preferem ver o seu dinheiro render menos do que investi-lo em algo que possa lhe trazer algum tipo de prejuízo.

Os moderados são aqueles que até aceitam correr algum risco. Eles preferem manter o seu dinheiro em aplicações em que o retorno seja certo, tais como o Tesouro Direto e CDBs, mas também podem investir em renda variável como estratégia de diversificação.

Já os arrojados, também chamados de agressivos, são aqueles investidores que estão abertos aos riscos em busca de um retorno maior. Esse é o perfil mais comum entre os investidores da Bolsa de Valores, por exemplo.

A maneira mais eficiente de saber qual é o seu perfil é justamente realizando um teste de perfil de investidor. Então, aproveite e faça um teste gratuito aqui na EuQueroInvestir.

Abra a sua conta na XP Investimentos

O próximo passo para quem deseja começar uma trajetória de sucesso no mundo dos investimentos é abrir uma conta em uma corretora de valores.

Essas instituições funcionam como uma espécie de “shopping de investimentos”, em que as lojas são diversas outras instituições financeiras e bancárias e as vitrines estão repletas de produtos financeiros, cada um com uma rentabilidade diferente.

As pessoas têm o costume de investir por meio de bancos por conta da praticidade que é ter todo o controle de sua vida financeira em um único lugar. Contudo, será que essa é a melhor opção?

Aproveito para convidar você a ler o nosso artigo em que respondemos se vale a pena trocar banco por corretora.

Após entender o quão é importante fazer essa mudança, você pode abrir a sua conta na XP Investimentos, que é a maior corretora do Brasil e conta, atualmente, com mais de um milhão de clientes e mais de R$ 205 bilhões sob assessoria.

Para saber mais sobre como abrir uma conta assista ao vídeo a seguir ou acesse o site da XP Investimentos.

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.