Oncoclínicas (ONCO3): lucro líquido ajustado de R$ 47,3 milhões no 3TRI21

Carla Carvalho
Graduada em Ciências Contábeis pela UFRGS, pós-graduada em Finanças pela UNISINOS/RS. Experiência de 17 anos no mercado financeiro, produtora de conteúdo de finanças e economia.

Crédito: Site empresa

A Oncoclínicas (ONCO3) reportou lucro líquido contábil de R$ 150,8 milhões no 3TRI21. Excluído o ajuste positivo sem efeito caixa (referente ao plano de incentivo de longo prazo), o lucro líquido ajustado do período foi de R$ 47,3 milhões, frente a 37,0 milhões no comparativo anual, alta de 27,7%.

No acumulado do ano, o lucro líquido foi de R$ 116,3 milhões, alta de 105,9% em relação aos nove primeiros meses de 2020.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Veja o balanço da empresa na íntegra.

Oncoclínicas (ONCO3) principais números do balanço do 3TRI21:

Lucro líquido ajustado

Lucro líquido ajustado 3TRI21: R$ 47,3 milhões

Lucro líquido ajustado 3TRI20: R$ 37,0 milhões

EBITDA ajustado

EBITDA ajustado 3TRI21: R$ 117,6 milhões

EBITDA ajustado 3 TRI20: R$ 87,8 milhões

Receita líquida

Receita líquida 3TRI21: R$ 679,4 milhões

Receita líquida 3TRI20: R$ 524,9 milhões

Receita líquida cresce 29,4% no 3TRI21

Já no acumulado do ano, a receita líquida foi de R$ 1,9 bi, aumento de 32,4% em relação aos primeiros nove meses de 2020. Segundo a empresa, o aumento do número de procedimentos e o incremento do ticket médio foram os responsáveis pelo maior faturamento no período.

EBITDA ajustado cresce 33,9%

Por sua vez, a margem EBITDA ajustado alcançou 17,3% no 3TRI21, aumento de 0,6 pontos percentuais no comparativo anual.

No acumulado do ano, o EBITDA ajustado cresceu 68,7%. De acordo com o relatório, o crescimento ocorreu devido à expansão da margem bruta e da receita líquida, que vem crescendo a taxas mais altas do que as despesas operacionais.

Caixa líquido

Ao final do 3TRI21, o caixa líquido da empresa era de R$ 470,7 milhões, principalmente por causa dos recursos captados na abertura de capital.

Como resultado, a alavancagem financeira (relação dívida líquida/EBITDA ajustado) foi negativa.

Fluxo de caixa operacional

O fluxo de caixa operacional foi de R$ 104,6 milhões no 3TRI21. Isso se deve basicamente ao aumento do EBITDA e à compra antecipada de R$ 57 milhões em medicamentos, ocorrida no trimestre anterior.