Ômega (OMGE3) anuncia liquidação de emissão de debêntures no total de R$ 1,05 bi

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Unsplash

O conselho de administração da Omega (OMGE3) comunicou a liquidação da 3ª emissão de debêntures no montante de R$ 1,05 bilhão.

De acordo com a empresa, o prazo total das debêntures é de oito anos com pagamento de juros semestrais equivalentes ao CDI + 1,99% ao ano.

Os recursos captados serão utilizados no pré-pagamento de dívidas de projetos em andamento, em particular as do Complexo Chuí, composto pelos complexos Santa Vitória do Palmar e Hermenegildo.

Raia Drogasil (RADL3) paga JCP

O Conselho de Administração da Raia Drogasil (radl3) aprovou a distribuição de Juros sobre Capital Próprio (JCP) no valor bruto de R$ 0,026675550 por ação.

Tal benefício aplica-se aos acionistas com posição acionária no dia 11 de março, sendo que a partir do dia 12 de março as ações da Companhia serão negociadas “ex juros sobre capital próprio”.

Segundo a Raia Drogasil, os referidos proventos serão pagos até o dia 01 de dezembro de 2021.

Atma (ATMP3): aumento do capital social

A Atma (ATMP3) aprovou a homologação do aumento do capital social decorrente da conversão das debêntures da 7ª emissão da Companhia, ocorridas no dia 15 de março de 2021.

Desta forma, o capital social da Companhia passa para R$ 1.092.741.526,36, dividido em 24.788.472 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal.

Banco ABC (ABCB4) leiloará sobras de ações não subscritas

O Banco ABC (ABCB4) comunicou que leiloará, em 16 de março, as sobras de ações não subscritas no âmbito do aumento de capital da Companhia.

Serão leiloados 47.405 recibos de subscrição de ações preferenciais ao preço mínimo de R$ 12,01.

Segundo o comunicado, o leilão ocorrerá entre 15h30 e 15h45, com a intermediação da Itaú Corretora.

Caso a totalidade das ações ofertadas no leilão não seja subscrita, será concedido aos acionistas que optaram pela retratação no boletim de subscrição, o direito de reconsiderar sua decisão em relação à subscrição de ações, total ou parcialmente, durante o prazo de 5 dias corridos contados da data de publicação de novo aviso aos acionistas.