OMC: Diretor vê cenário “otimista” para retração do comércio em 2020

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Wikipedia

Roberto Azevêdo, diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), mostrou “otimismo” ao falar sobre a retração do comércio global em 2020.

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

Durante participação em evento online promovido pela ICC Brasil e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), Azevêdo pontuou que a expectativa é semelhante à prevista em abril, com 13% de queda.

De acordo com a Reuters, o executivo lembrou que a OMC chegou a desenhar um cenário pessimista ao extremo, com queda de 32% nas atividades comerciais globais no ano.

De qualquer forma, ressaltou que, apesar da melhora nos números, o comércio em 2020 ainda sofrerá um grande baque, causado pelas medidas preventivas ao coronavírus.

OMC prevê “reconfiguração de cadeias”

O diretor da OMC, que está em vias de deixar o cargo, mostrou preocupação da entidade com um ponto em especial.

Os benefícios de se ter um assessor de investimentos

Segundo Azevêdo, é preciso tomar cuidado com quem tem se posicionado a favor da busca de autossuficiência como resposta às vulnerabilidades expostas pela pandemia.

Para o executivo, a concentração da produção num país o expõe “a todos os tipos de choques”.

Por conta disso, Azevêdo defendeu que a melhor solução seria “pulverização e diversificação de fontes de suprimento”.

O diretor da OMC afirmou ainda que “seguramente haverá uma reconfiguração das cadeias globais de valor”, já que a pandemia causada pelo novo coronavírus expôs riscos da concentração da produção.

Planilha de Açõesbaixe e faça sua análise para investir