Oleoplan, produtora de biodiesel, protocola pedido de IPO

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Oleoplan protocola pedido de IPO

A Oleoplan, empresa fabricante de biodiesel com atuação também em energia eólica, protocolou seu prospecto preliminar para realização de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) junto à CVM.

A oferta contará com tranche primária e secundária.

Conforme a Oleoplan, o recursos captados na oferta primária serão direcionados para aquisição de participação na FASA América Latina Participações Societárias; construção de duas novas indústrias produtoras de biodiesel que estarão localizadas nos estados de Rondônia e do Pará; construção de novos armazéns de recebimento de matéria prima; construção de duas plantas de refino de glicerina; aumento de capacidade das plantas atuais; e capital de giro para as operações atuais da companhia.

EmpreendedorismoTécnicas para Renda Fixa. Estratégias para proteção de investimentos.

Tudo isso hoje na MoneyWeek

Na tranche secundária, o acionista vendedor será Irineu Boff.

Os coordenadores do IPO serão Itaú BBA, XP Investimentos, BTG Pactual, Bradesco BBI, UBS BB, o Citigruop, e o ABC.

Conheça a Oleoplan

A Oleoplan acredita ser uma das maiores e mais diversificadas companhias de energia renovável da América Latina, com ampla atuação na cadeia produtiva da soja.

Em 2019, a companhia figurou como líder em volume vendido de biodiesel no mercado nacional, tendo contratada a venda de 608 milhões de litros, o que lhe garantiu uma participação de mercado de 10,1%, conforme dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A Oleoplan é a segunda maior companhia do país em capacidade instalada de produção de biodiesel, segundo
dados da ANP, totalizando 936 milhões de litros/ano, e conta com duas unidades industriais de esmagamento de soja capazes de processar 4.500 toneladas de soja/dia.

Desde 2011, a Oleoplan figura entre os três maiores, e, desde 2014, está posicionada entre os dois maiores produtores, conforme dados da ANP.

Fundada pela família Boff, a Oleoplan atua na cadeia produtiva da soja há mais de 40 anos. Foi a pioneira na produção de biodiesel no estado do Rio Grande do Sul. Consolidou-se como um dos principais players do setor do Brasil por meio de crescimento orgânico e aquisições estratégicas.

Oleoplan: dados operacionais

O lucro líquido totalizou R$ 205,8 milhões em 2019, ante R$ 174,3 milhões de 2018.

O Ebitda somou R$ 222,909 milhões em 2019, contra R$ 259,549 milhões do ano anterior.

Já a margem Ebitda ficou em 8,4% no ano passado, ante 10,2% de 2018.

A receita líquida da Oleoplan somou R$ 2,661 bilhões no ano passado, contra R$ 2,548 bilhões de 2018.