Oi (OIBR3 OIBR4) recebe proposta vinculante de compra por TIM (TIMP3), Telefônica (VIVT4) e Claro

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Foto: Reprodução/Oi

Em proposta conjunta, TIM (TIMP3), Telefônica (VIVT4) e Claro fizeram uma oferta de aquisição da Oi, que se encontra em recuperação judicial.

As três empresas informaram, via fatos relevantes, que definiram em reunião realizada na sexta-feira (17) fazer a oferta conjunta. E que a oferta já foi submetida à apreciação da Oi.

As três empresas se apresentam como “stalking horse” (primeiro proponente). Isto garante, na prática, o direito de preferência para cobrir a melhor oferta apresentada no processo.

Conheça planilha que irá te ajudar em análises para escolha do melhor Fundo Imobiliário em 2021

Caso a operação se concretize, cada uma das empresas passará a ser dona de uma parte do negócio de telefonia móvel da Oi.

Os principais ativos móveis da Oi englobam termos de autorização de uso de radiofrequência. Também base de clientes do Serviço Móvel Pessoal, direito de uso de espaço em imóveis e torres. E ainda elementos de rede móvel de acesso ou de núcleo, e sistemas e plataformas.

“A transação promoverá ganhos na experiência e melhoria na qualidade do serviço prestado. Além da possibilidade de lançamento de produtos e ofertas”. É o que afirma em fato relevante a TIM. “O mercado de telecomunicações em geral terá como benefício o reforço da capacidade de investimento e inovação tecnológica, bem como de sua competitividade”, complementa.

As empresas se comprometem a manter os acionistas e o mercado informados do processo.