OI (OIBR3 OIBR4): Goldentree reduz participação para abaixo de 5%

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Oi/Divulgação

A operadora de telefonia Oi (OIBR3 OIBR4) comunicou nesta quarta-feira (24) que a Goldentree reduziu participação acionária para 4,68% do total de ações ordinárias da empresa.

Isso corresponde a 144.953.632 ações ordinárias e a 126.333.050 ações ordinárias na forma de 25.266.610 American Depositary Shares.

O total equivale a 271.286.682 ações ordinárias da Oi.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

Como de costume, informa-se ao mercado que “a negociação de ações não altera a composição do controle ou especificamente a estrutura administrativa da companhia além do que estabelecem as regras aprovadas no plano de recuperação judicial e dos atuais direitos de voto das ações detidas”.

“Atualmente não existe qualquer percentual de participação que pretendemos comprar ou alienar e poderemos realizar aquisições ou alienações adicionais”, informou a Goldentree.

A Oi segue em recuperação judicial.

Inter Construtora (INNT3): oferta pública de ações

A construtora Inter (INNT3) informa que está avaliando “potenciais estruturas de capitalização”, incluindo a possibilidade de realização de eventual oferta pública de distribuição de ações da companhia.

A empresa contratou o Itaú BBA a Caixa Econômica Federal para a prestação de serviços de assessoria financeira e auxílio no processo.

“Destaca-se que a efetiva realização da Potencial Transação está sujeita, entre outros fatores, à obtenção das aprovações necessárias, incluindo as respectivas aprovações societárias aplicáveis, às condições políticas e macroeconômica favoráveis, ao interesse de investidores, dentre outros fatores alheios à vontade da Companhia”, informa a construtora.

Tegma (TGMA3): contratos da divisão de logística integrada

A Tegma (TGMA3) anunciou que renovou dois importantes contratos da sua Divisão de Logística Integrada.

São mais cinco anos de contrato com o principal cliente da Logística Integrada para o setor de eletrodomésticos.

A Tegma realiza a gestão integrada de fluxos de abastecimento de partes e peças para este cliente desde 2014.

“É uma multinacional presente no Brasil há 96 anos e em mais de 150 países, além de ser uma das líderes mundiais na fabricação de eletrodomésticos”, disse, em nota a Tegma. “A prestação de serviços compreende o controle completo das embalagens utilizadas para movimentação de partes e peças em suas linhas de montagem, provenientes de seus fornecedores localizados em várias cidades nas regiões sul e sudeste do país”.

E mais: “o contrato envolve ainda um importante desafio de melhoria de fluxos e controles do parque de 300 mil embalagens utilizadas para acondicionar as peças e, nesta nova fase, será realizada com o auxílio de tecnologia de última geração que será implantada pela Tegma”.

Além disso, a Tegma também ampliou contrato de cliente do setor de químicos.

“Nesse caso, estendemos por mais um ano”, disse a empresa.

Ia até 2021 e agora vai até 2022, “o contrato para gestão dos fluxos de transporte de abastecimento de matérias-primas da sua planta industrial, contrato este existente há mais de 20 anos e operado diretamente pela Tegma há 14 anos”.