Oi (OIBR3 OIBR4) conclui incorporação da Telemar

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)
1

Foto: Loja da Oi

A Oi (OIBR3 OIBR4) anunciou nesta segunda (3) que foi concluída a incorporação da Telemar, com transferência de outorgas pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

A incorporação foi implementada e tornou-se efetiva nesta data, aprovada na Assembleia Geral Extraordinária da companhia em 30 de abril de 2021, diz o comunicado da empresa.

A Oi lembra, na nota ao mercado, que a operação está em linha com o Plano de Recuperação Judicial Consolidado da companhia e suas subsidiárias.

A incorporação, explica o texto divulgado hoje, constitui uma das etapas do processo de reestruturação societária e patrimonial das recuperandas previsto expressamente no plano.

“O objetivo é a otimização das operações e incremento dos resultados das eecuperandas e demais subsidiárias diretas e indiretas da Oi”, adiciona.

No último dia 22 de abril, a Oi havia proposto aos seus acionistas a reorganização de sua estrutura societária com a incorporação da Telemar e a cisão e incorporação da Brasil Telecom Comunicação Multimídia (BTCM).

Plano de recuperação judicial da Oi

As mudanças constaram nos itens deliberativos da assembleia geral extraordinária de 30 de abril.

Em nota, a Oi destacou que a operação é necessária para tocar o plano de recuperação judicial da tele.

Após um aditamento feito no ano passado, o plano prevê a divisão da Oi com a venda de parte de seus ativos.

A Oi ficaria como sócia na BTCM, apelidada de InfraCo, unidade de fibra ótica que terá parte do seu capital social vendido num processo competitivo judicial previsto para ocorrer até o fim do segundo trimestre de 2021.

A companhia escolheu o BTG Pactual e a Globenet Cabos Submarinos como ofertantes preferenciais na disputa. As empresas, em conjunto, fizeram uma proposta de R$ 12,93 bilhões por 57,9% do capital da Unidade Produtiva Isolada (UPI) InfraCo.

Alpargatas (ALPA4) adquire Ioasys

A Alpargatas (ALPA4) fechou acordo para a compra da Ioasys, empresa que desenvolve soluções digitais. A operação teve valor estimado de até R$ 200 milhões.

“Essa aquisição representa mais um importante passo na transformação digital da Alpargatas, com foco na experiência do usuário”, explica a Alpargatas em nota ao mercado.

“A Ioasys continuará operando de forma independente, servindo sua base atual de clientes e prospectando novos.”

Segundo a Alpargatas, será criada uma equipe dedicada a potencializar o crescimento da marca Havaianas para aceleração de vendas online e extensão do portfólio de produtos.

A empresa diz ainda que o pagamento será realizado ao longo de cinco anos, parte em dinheiro e outra  em ações da Alpargatas.

Boa Safra (SOJA3): HIX aumenta participação

A Boa Safra Sementes (SOJA3) comunicou que os fundos geridos pela HIX Investimentos adquiriram 10 milhões) de ações ordinárias da companhia. Esse montante representa 9,002543% do capital social da Boa Safra,

Os fundos da HIX passaram a deter, ainda, 8,08 milhões opções de compra de ações com liquidação exclusivamente financeira, cada uma delas tendo por objeto 1 ação de emissão da companhia — o que corresponde a 7,2748% do capital social da companhia.