Oferta e demanda de voos recuaram mais de 50% em setembro

Redação EuQueroInvestir
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: demanda-abear

As companhias aéreas brasileiras registraram uma diminuição de 55,2% na demanda (RPK) por voos domésticos e de 54,5% na oferta (ASK) de assentos em setembro, na comparação com setembro de 2019, de acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), divulgados pela Abear.

Com esses resultados, a ocupação média das aeronaves ficou em 80,4%, ou 1,3 ponto porcentual menos que em setembro do ano passado. O total de passageiros transportados somou em 3,05 milhões, uma queda de 61% na mesma base de comparação.

Os números revelam ainda os efeitos da pandemia da Covid-19 sobre os negócios e explicam a queda de 90,7% na demanda de voos internacionais.

Juliano Custódio. Henrique Bredda. Luiz Barsi. Gustavo Cerbasi.

Estamos Ao Vivo!

A oferta nesse segmento recuou 79,5%, enquanto que a ocupação ficou em 39,2%, contra 86% no mesmo mês de 2019. Ao todo,

Segundo a Anac, a Gol (GOLL4) teve queda de 54,6% na demanda e de 53,4% na oferta. Com isso, a taxa de ocupação ficou em 80%.

A Azul (AZUL4) teve diminuição de 51,6% e 50,7%, respectivamente, e uma taxa de ocupação de 80,7%.

A Latam marcou redução de 58,5% na demanda e de 58,4% na oferta e teve uma ocupação de 81,2%.

demanda-abear

Fonte: ANAC

Agosto

Já no comparativo com o mês de agosto, as empresas mostraram um cenário um pouco melhor, sinalizando a recuperação do movimento, ainda que lento.

A demanda da Azul cresceu 23,5% e a oferta, 16%, na comparação entre os dois meses, de acordo com dados da companhia divulgados no início do mês.

A Gol informou que a média de voos cresceu 42% e em dias de pico a demanda chegou a crescer 36%.

No início de outubro, a empresa ampliou a oferta para cerca de 400 voos por dia e espera terminar o mês com 500 voos, o que vai significar 60% da programação de voos de outubro do ano passado.

As duas empresas, junto com a Latam, lideram o mercado brasileiro, de acordo com dados da ANAC.

Considerando os dados referentes à demanda, Gol ficou com uma fatia de 38,5% em setembro e é seguida pela Latam, que tem 33,7%.

Na sequência vem a Azul, com 27,4%. Juntas as três empresas transportaram 3.481.925 passageiros no mês passado.