Oceanpact Serviços Marítimos registra pedido de IPO

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Oceanpact

A Oceanpact Serviços Marítimos protocolou nesta sexta-feira (11) o pedido de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

No prospecto, a companhia informou que realizará oferta primária e secundária de ações.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Conforme a Oceanpact, os recursos levantados na oferta primária serão direcionados para aquisição e customização de embarcações; e aquisição de máquinas e equipamentos, ambos os itens via aquisição direta do ativo ou M&A.

Já os acionistas vendedores são Flávio Nogueira Pinheiro de Andrade e a Dynamo.

Os coordenadores da oferta serão Bradesco BBI, Banco Itaú BBA e JP Morgan.

Conheça Oceanpact

Criada em 2007 no Rio de Janeiro, com foco inicial na área de consultoria e resposta a emergências ambientais, desde a sua fundação a companhia participa de forma expressiva em operações de resposta a derramamentos de óleo no Brasil e no exterior e vem apresentando crescimento consistente nos últimos anos.

No prospecto, a OceanPact informou que é uma das principais prestadoras de serviços de suporte marítimo no Brasil, oferecendo serviços para estudo, proteção, monitoramento e uso sustentável do mar, do litoral e dos recursos marinhos para clientes principalmente no setor de óleo e gás, e também em diversos outros setores da economia, como energia, mineração, telecomunicações, portuário, navegação, turismo, pesca e aquicultura.

Com uma frota de 23 embarcações especializadas e serviços dedicados.

A Companhia participou da resposta de todos os últimos grandes incidentes ambientais no Brasil, incluindo os
combates ao vazamento de óleo na Baía de Guanabara em 2000, na Baía de Paranaguá em 2004, na Bacia
de Campos em 20111, e na bacia de Santos em 2019.

Lucratividade

A Oceanpact atingiu uma receita líquida consolidada de R$640 milhões e Ebitda de R$167 milhões no período de 12 meses findo em 30 de setembro de 2020.

A área de atuação Ambiental representou 54% da receita líquida consolidada da companhia neste período, enquanto a área de Subsea representou 29%, e a área Logística e Engenharia representou 17%.

LEIA MAIS

IPCA sobe para 0,89% em novembro; em 12 meses alta é de 4,31%

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.

32 companhias estão na fila do IPO: confira a lista aqui

Quer saber mais como investir no mercado de ações? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos irá entrar em contato.