Oceanpact (OPCT3) aumenta prejuízo em 6,3% no balanço do 1TRI21

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Oceanpact

A Oceanpact (OPCT3) ampliou seu prejuízo líquido em 6,3% no balanço do primeiro trimestre de 2021.

A empresa registrou prejuízo de R$ 19 milhões no 1TRI20 contra prejuízo de R$ 20,2 milhões no 1TRI21.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

O resultado, segundo a empresa, foi impactado pelo efeito não caixa da variação cambial relacionado a dívida em dólar com o BNDES nas despesas financeiras e pelos arrendamentos de embarcações que ainda não iniciaram seus contratos.

Veja aqui o balanço do 1TRI21.

Oceanpact (OPCT3): principais números do balanço do 1TRI21

Prejuízo líquido

  • Prejuízo 1TRI21: R$ 20,2 milhões
  • Prejuízo 1TRI20: R$ 19 milhões

Ebitda ajustado

  • Ebitda 1TRI21: R$ 33,4 milhões
  • Ebitda 1TRI20: R$ 52,6 milhões

Receita líquida

  • Receita 1TRI21: R$ 155,2 milhões
  • Receita 1TRI20: R$ 160,7 milhões

Ebitda cai 36% 1TRI21

O Ebitda ajustado da Oceanpact (OPCT3) caiu 36,4% no 1TRI21.

O indicador passou de R$ 52,6 milhões para R$ 33,4 milhões.

Receita diminui 3,5%

A receita líquida da Oceanpact (OPCT3) caiu 3,5% nos três primeiros meses de 2021.

O indicador passou de R$ 160,7 milhões para R$ 155,2 milhões no 1TRI21.

Segundo a empresa, o segmento de serviços foi o responsável pela redução (saindo de R$ 69,7 milhões no 4T20 para R$ 67,5 milhões no 1T21).

Outros destaques da Oceanpact (OPCT3)

Os custos dos serviços prestados e despesas atingiram R$ 150 milhões no 1TRI21, aumento de 20% frente ao 1TRI20.

O resultado financeiro líquido do 1TRI21 foi negativo em R$ 40,0 milhões contra um resultado negativo de R$ 64,5 milhões no 1TRI20. Ou seja, houve melhora de 24,5%.

A companhia encerrou o primeiro trimestre de 2021 com dívida bruta de R$ 807,0 milhões.

A posição final de caixa (incluindo títulos e valores mobiliários) em 1TRI21 foi de R$ 858,1milhões.

No 1TRI21, a companhia investiu R$ 100,9 milhões.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3

Oceanpact 1TRI21