Small caps: o que são e os retornos acima da média que podem render

Isadora Giaretta Gonzaga
Colaborador do Torcedores

Foto: Reprodução: Freepik

Grandes empresas, corporações sólidas com milhares de funcionários são, para muitos investidores, os ativos ideais. Só que negócios com valor de mercado alto costumam ter um crescimento que segue uma média.

Essas empresas parecem ter os ativos ideais, mas pode haver um engano nisso. Se você procura negócios que lucram acima da média, a resposta pode não estar em grandes empresas. Já as chances de uma empresa Small Cap dobrar de tamanho é muito maior, por exemplo.

As expressões Big Caps e Small Caps, em inglês, significam ações de grande capitalização e de pequena capitalização, respectivamente. Traduzindo, Big Caps são as ações de empresas gigantescas que estão na Bolsa de Valores. Já Small Caps são os ativos de empresas que estão na Bolsa e possuem menor valor de mercado. Na B3, Small Caps são todas as empresas com valor de mercado em até R$ 10 bilhões.

Mas há uma diferença significativa entre esses dois tipos de ações: as chances de valorização. Em uma Small Cap é maior porque há mais espaço para crescimento da empresa. Isto é, a capacidade que ela tem de dobrar de tamanho é muito maior que uma grande corporação.

Um bom exemplo das possibilidades de crescimento das empresas Small Caps é o fundo AZ QUEST SMALL MID CAPS. Em dez anos, esse Fundo de Ações teve um rendimento absoluto de 837%.

Fundo de ações AZ QUEST SMALL MID 

Criado em 2009, o fundo possui um patrimônio de R$ 1,29 bilhão. No primeiro ano do fundo AZ QUEST SMALL MID, a rentabilidade foi de 53%. Neste ano, até novembro, a rentabilidade foi de 33,1%.

O fundo teve um rendimento muito maior que o Ibovespa, por exemplo. Nos últimos dez anos, o índice rendeu 56%. Já o fundo, apresentou uma rentabilidade quase 15 vezes maior.

A carteira do fundo AZ QUEST SMALL MID possui ativos de empresas de média e baixa capitalização. Além disso, o fundo busca sempre investir em empresas que estejam sendo negociadas abaixo do seu valor e com boas chances de valorização a longo prazo.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Os ativos que fazem parte de fundos como o da gestora AZ QUEST, em geral costumam estar fora do radar de muitos investidores. Isso porque essas empresas possuem menos papéis negociados na Bolsa de Valores e têm uma liquidez reduzida, se comparado às Big Caps.

Mesmo assim, o grupo de Small Caps reúne no Brasil nomes de empresas reconhecidas. Fazem parte da lista de Small Caps os ativos das seguintes empresas:

  • Companhia Aérea Azul
  • CVC
  • Gerdau
  • Companhia Aérea Gol
  • Tupy

Rentabilidade acima da média 

As Small Caps contam com as oportunidades de crescimento. Isto é, estes negócios, muitas vezes, são de setores ainda não consolidados. Além disso, muitas empresas que fazem parte da lista são de setores inovadores.

Por isso, as oportunidades de crescimento são imensas. Por exemplo, o Banco Inter teve o patrimônio quadruplicado, em pouco mais de um ano. Um outro bom exemplo de valorização de uma Small Cap é a empresa Magazine Luiza. Em quatro anos, a valorização foi de 18.000%.

É por este cenário de crescimento que as Small Caps são atrativas. Você consegue imaginar empresas como Bradesco, Itaú ou Petrobras tendo esse números?

Grandes empresas têm uma enorme dificuldade para terem crescimentos como estes. Há uma série de fatores externos que interferem e a falta de espaço no mercado também contribui. Por isso, fundos de ações como o AZ QUEST conseguem apresentar rentabilidades tão altas.

Investindo em Small Caps

Além do espaço no mercado e do potencial de inovação, há outros fatores que favorecem quem investe em Small Caps.

As ações de grandes corporações, geralmente, são afetadas pelo mercado internacional. Por exemplo, a alta do dólar pode interferir na compra de matéria-prima e, até mesmo, em dívidas atreladas à moeda.

Outro ponto que favorece as Small Caps é o potencial de inovação. Isso pode acabar causando a compra de parte ou da fusão dessas empresas com grandes grupos. Esse cenário, acaba valorizando a empresa e o valor das ações aumenta consequentemente. Porém, Small Caps podem apresentar riscos maiores. Além disso, por serem, muitas vezes, recentes no mercado a precificação das ações costumam ser difíceis de serem feitas.

 

LEIA MAIS

Stock Picking: como funciona a estratégia vencedora de Warren Buffet no mercado de ações 

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.