O que são FIDCs

Humberto Maurício Pennacchia
null

Crédito: Tumisu / Pixabay

Você sabia que 31,6% da população brasileira investe seu dinheiro em Fundos de Investimentos?  Essa modalidade vem chamando muito a atenção dos investidores. Porém, devido a variedade de fundos existentes no mercado, alguns não são tão conhecidos. Nessa matéria, você conhecerá tudo sobre um desses fundos. Aprenda tudo sobre os FIDCs.

O que é Fundo de Investimento? 

O Fundo de Investimento reúne o dinheiro de várias pessoas (chamadas de cotistas) com a finalidade de contratar um gestor para cuidar do dinheiro dos participantes do fundo. O objetivo principal dos cotistas é obter ganhos a partir da aplicação no mercado financeiro. Em outras palavras, podemos comparar a estrutura de um Fundo de Investimentos a um condomínio. O fundo funciona de maneira semelhante a um condomínio residencial, onde cada condômino é dono de uma cota (um apartamento) e paga a alguém (síndico ou administrador) para administrar e coordenar as diversas tarefas do condomínio. Assim como no condomínio residencial, o fundo de investimento possui um regulamento, onde estão evidenciadas as regras de funcionamento que são aplicadas igualmente entre todos os cotistas. Ao comprar cotas de um fundo, o cotista aceita suas regras de funcionamento e passa a pagar uma taxa de administração para que um administrador coordene o funcionamento do fundo.

O que significa a sigla FIDCs?

FIDCs significa Fundo de Investimento em Direito Creditório.

O que são Direitos Creditórios?

São os direitos originários dos créditos que uma empresa tem a receber, como cheques, aluguéis, duplicatas ou parcelas de cartão de crédito. Ou seja, eles funcionam como dívidas convertidas em títulos, e que podem ser vendidas a terceiros, através de um processo chamado securitização.

O que são FIDCs?

FIDC é um Fundo de investimento que aplica em títulos de crédito originado a partir de contas a receber de uma empresa.

O FIDC é um investimento de renda fixa?

Sim, o investimento em FIDCs é considerado de renda fixa. Sua remuneração é baseada em uma taxa acordada e não em uma taxa variável resultante do desempenho do fundo.

O FIDC é uma modalidade de investimento aberta ou fechada?

Ele tanto pode ser constituído de forma aberta ou fechada. Na modalidade aberta, o investidor pode resgatar suas cotas no momento que desejar, respeitando as regras do fundo. Na modalidade fechada, há um prazo específico para o resgate.

Entenda o funcionamento do FIDC:

No FIDC encontramos dois tipos de cotas. Esses tipos influenciam diretamente na rentabilidade e risco do fundo. A proporcionalidade atribuída a cada cota é definida na estrutura do fundo e consta em seu regulamento. Nesse caso, a maior parte das cotas é preenchida pelas seniores e a menor parte pelas subordinadas. Um FIDC pode ter, por exemplo, 80% de cotas do tipo sênior e 20% de cotas do tipo subordinada. Essa divisão garante que grande parte dos cotistas tenham a sua rentabilidade fixa predeterminada, dessa forma, a menor parte assume os riscos buscando lucros maiores.

Conheça as características das cotas seniores: Possuem preferência no recebimento do valor do resgate ou amortização. As cotas seniores possuem um objetivo de rentabilidade prefixado. Diante disso, comportam-se  como título de renda fixa.

Conheça as características das cotas subordinadas: Essas cotas são subordinadas às cotas seniores em relação ao resgate ou à amortização. Em outras palavras, o titular de uma cota subordinada só receberá rendimentos depois que os cotistas seniores receberem a sua parte, nesse caso, ele assume o risco sobre qualquer inadimplência.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Qual a vantagem para o investidor possuir cota subordinada? 

Se o fundo obtiver rentabilidade inferior à prevista, os seniores terão sua rentabilidade fixa assegurada e os subordinados receberão um pagamento menor, resultado do que sobrou dos lucros. Porém, se o fundo tiver uma rentabilidade maior que a prevista, os subordinados terão uma rentabilidade superior a dos seniores, que continuarão com a mesma taxa fixa acordada.