O que falta para você começar a investir?

Fabian Fávero
Assessor de Investimentos na EQI Investimentos. Formado em Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina. Atualmente cursando MBA em Investimentos e Private Banking pela IBMEC.

Crédito: The Digital Way / Pixabay

Não serei tão assertivo quanto John Green e afirmar que “a culpa é das estrelas”. Talvez, e apenas talvez, a culpa seja delas. E…não, não desse tipo de estrela que você está pensando. Vou deixar para algum astrólogo ou alguém com mais capacidade explicar como a posição dos asteroides influenciam os seus investimentos.  Todavia, reforçarei o que já te falaram: Hollywood mentiu para você.

As grandes produções americanas nos levam a crer que para sermos investidores há alguns requisitos: muito dinheiro, uma habilidade matemática descomunal, uma grande sacada que ninguém ainda teve e um terno perfeitamente alinhado. E para nós, o que restaria? A poupança. Porém há uma cumplicidade nesta questão: o seu gerente adora que você acredite nisso.

E se eu te disser que não é bem assim?

Cerca de 95% dos brasileiros confiam o seu dinheiro aos grandes bancos. Poupança, investimentos que lembram uma sopa de letrinhas, títulos de capitalização e consórcios. Esses são os milagres que te contam que farão o seu dinheiro render. Em países mais desenvolvidos a população superou a estigma de que banco representa segurança. Lá, as pessoas passaram a confiar no trabalho das corretoras de valores mobiliários, empresas que investem não apenas dinheiro, mas também tempo em análises de investimento e assessoramento de clientes.

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

Sendo assim, precisamos desconstruir essa imagem de que há uma grande segurança por trás dos grandes bancos. Caso essa não seja a primeira vez que você busca informações sobre investimentos,  você já ouviu falar do FGC, o Fundo Garantidor de Crédito. Entretanto, se esse é um dos seus primeiros contatos com este tema, o FGC é uma associação civil, criada pelo governo há anos atrás (porém não é mais mantida pelo mesmo) que visa proteger o investidor em alguns investimentos, como os CDBs, as LCAs, LCIs e a própria caderneta de poupança.

Estes investimentos estão protegidos até 250 mil reais por cliente em cada instituição financeira em um limite de R$1 milhão por CPF. Com essa informação, percebeu que, se sua poupança superar o montante acima mencionado ela perde a garantia total? 

Mas o que falta para o brasileiro investir?

O primeiro passo! É natural que seja criada uma zona de conforto, da qual a cada dia que passa se torna mais difícil de sair. Já que o dinheiro já está no banco, aceitar o que o atendente lhe oferece se torna confortável, com exceção daquele café gelado nas salas de espera.

Você pode ter a cisma de confiar seu dinheiro a uma plataforma digital para investir, certo? Porém, todo dia você entra em carros de terceiros em aplicativos de mobilidade. Comumente dorme em casa de estranhos do Airbnb. Não vê problema em comprar suas férias em sites da internet e, pasme, contar sua vida pessoal para os amigos através do WhatsApp. Tudo isso, sem nunca ter tido qualquer contato com representantes destes aplicativos ou com a sede destas companhias de aplicativos!

E qual o primeiro passo para investir?

Você já deu o primeiro passo! No momento em que decidiu pesquisar é porque algo lhe despertou para a necessidade de rentabilizar melhor seu dinheiro com investimentos, certo? O ideal agora é conversar com um especialista em investimentos para, junto a ele, você entender melhor o seu momento atual e qual caminho tomar. Uma vez que suas finanças representam um assunto sério, e se jogar no escuro sem a devida assistência pode ser um caminho muito perigoso!

Certamente todos temos nossa ocupação. Sendo engenheiros, médicos, autônomos, temos nossa área de especialização a qual buscamos constantes atualizações. Da mesma forma, os assessores estudam todos os dias e acompanham o mercado para poder lhe auxiliar da melhor forma, assim como você o faz em sua profissão. Por exemplo, com a baixa da SELIC e a agenda de reformas(como a reforma da previdência), o mercado se tornou cada vez mais dinâmico, requerendo um cuidado atento!

Conclusão

Lembre que nem tudo que está no catálogo da Netflix é verdade. Você pode e deve buscar alternativas, inclusive no que diz respeito à sua saúde financeira. Para cada investidor há um investimento e existem mecanismos prontos para analisar seu perfil, entender o que você busca e o que é mais indicado. Além do mais, há especialistas de investimentos que também fazem este trabalho, atendendo às suas dúvidas e sendo uma luz no fim do túnel.

Antes de tudo, lembre: existem diversos investimentos que possuem a mesma segurança da poupança e apresenta rentabilidade maior. Ademais, a figura do assessor de investimentos está sendo conhecida país afora e o seu papel nesta jornada de fazer o seu dinheiro render mais é essencial.

Sendo assim, pare, pesquise e decida mudar. Você trabalhou pelo seu dinheiro e no banco ele está trabalhando por outras pessoas. Portanto faça isso o quanto antes e desperte a curiosidade também nos seus amigos e familiares. Lembre-se que tempo é dinheiro. Não perca tempo.