Mercado de balcão: o que é e como funciona?

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.

O mercado de balcão é um ambiente administrado por instituições auto-reguladoras que propiciam sistemas informatizados e regras para a negociação de títulos e valores mobiliários.

Tradicionalmente, é um mercado de títulos sem local físico definido para a realização das transações que são feitas por telefone ou remotamente entre as instituições financeiras.

Dessa forma, este segmento do mercado de capitais tem uma estrutura diferenciada de negociação em relação à tradicional bolsa de valores.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

Mesmo assim, está sujeito a fiscalização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Além disso, existem uma série de critérios que devem ser cumpridos pelas instituições financeiras, tais como códigos de conduta, fiscalização e aplicação de penalidades a infratores.

Mercado de capitais

O mercado de capitais consiste em uma parte do sistema financeiro onde empresas e investidores negociam títulos e valores mobiliários, sendo que o principal objetivo é a transferência de recursos dos compradores para os vendedores.

Dessa forma, o mercado de capitais promove a distribuição de valores mobiliários visando a capitalização de companhias e liquidez dos papéis emitidos por elas.

Logo, o mercado de capitais permite que as empresas obtenham recursos para execução de novos projetos. Cabe frisar que normalmente os recursos obtidos nesse mercado são mais baratos do que no mercado de crédito (bancário).

Além disso, o mercado de capitais permite aos atuais acionistas vendam suas participações para outros sócios.

Assim como o mercado bancário, o mercado de capitais possibilita uma ponte entre os poupadores (investidores) e os tomadores de recursos.

Para isso, oferta instrumentos de financiamento de médio e longo prazo, como Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) e Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs), debêntures, títulos externos. Também oferece financiamento com prazo indeterminado, como a emissão de ações.

Entendendo mais sobre o mercado de balcão

No mercado de balcão acontecem negociações de diversos títulos e valores mobiliários que não estão autorizados a serem transacionados na bolsa de valores.

As transações executadas entre dois participantes nesse mercado não precisam ser informadas aos demais. Ou seja, outros investidores não precisam estar cientes do preço pelo qual a operação foi acordada.

Dessa forma, as operações são menos transparentes do que as realizadas na bolsas de valores. Isso porque a bolsa possui várias regulamentações.

Assim, os negócios fechados no mercado de balcão devem ser feitos por investidores mais experientes e cientes dos riscos adicionais que estarão correndo.

Tipos de mercado de balcão

No Brasil existem basicamente três tipos de mercado de balcão:

  • Mercado organizado: existe uma estrutura organizada para a negociação dos ativos, que torna possíveis operações de compra e venda, permitindo os investidores fecharem negócios remotamente.
  • Mercado desorganizado: esse mercado é representado e movimentado pelos intermediários (corretoras, bancos de investimento, entre outros).
  • Mercado SOMA: neste mercado é a companhia que oferece todo o suporte ao registro eletrônico, depósito, negociação, entre outros aspectos.

Tipos de ordens

Existem vários tipos de operações no mercado de balcão. Conheça algumas delas:

Ordem a mercado — fixa a quantidade e quais são as características dos ativos ou direitos a serem comprados ou vendidos. Mas, a ordem deve ser executada no momento em que for recebida por um intermediário.

Ordem limitada — a ordem será executada somente a preço igual ou melhor do que o definido pelo cliente.

Ordem administrada — determina somente a quantidade e as principais características dos ativos ou direitos que serão comprados ou vendidos, mas a ordem será executada a critério do intermediário.

Ordem casada — quando é enviada conjuntamente uma ordem de venda de determinado ativo com uma ordem de compra de outro. Apenas pode ser efetivada quando as duas transações puderem ser executadas.

Ordem on-stop — determina a partir de qual preço a ordem de compra ou venda deve ser executada.

O que se pode negociar no mercado de balcão?

No mercado de balcão é possível negociar diversos tipos de ativos. Veja os principais instrumentos negociados.

  • Ações e debêntures;
  • bônus de subscrição;
  • índices representativos de carteira de ações;
  • opções de compra e venda de valores mobiliários;
  • direitos de subscrição;
  • recibos de subscrição;
  •  quotas de fundos fechados de investimento, incluindo os fundos imobiliários e os fundos de investimento em direitos creditórios;
  • certificados de investimento audiovisual;
  • certificados de recebíveis imobiliários.