CDB - Investimentos de Crédito BancárioInvestimentosRenda Fixa

O que é CDB? Como ele funciona?

Renda fixa CDB

Avalie este artigo!

Renda fixa CDB

CDBcertificado de deposito bancário é um investimento que atende muito bem investidores que se consideram mais conservadores, ou que não gostam de se aventurar na bolsa de valores.
O mercado de renda fixa vem se tornando cada vez maior no Brasil. Não faz muito tempo que os pequenos investidores não tinham acesso a títulos com rendimentos maiores, e tão poucos a produtos financeiros que ofereciam isenção de imposto de renda, ou quem sabe, participação em ativos no exterior.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Acesso aos produtos de renda fixa

Talvez uma das coisas que mais evoluiu para os investidores foi o acesso aos produtos de renda fixa.

Abrir a conta em uma corretora, ou ter acesso à área de investimentos de um pequeno banco se tornou uma tarefa relativamente fácil. Preenchendo um cadastro e enviando alguns documentos pelo computador, ou celular, já é o bastante para abrir uma conta.

Siga-nos no Facebook e receba as atualizações do Blog:

Após conseguir o acesso à conta, o investidor já pode começar a enviar recursos e investir em diferentes produtos financeiros.

Vale lembrar que corretoras como a XP Investimento já possuem uma integração relevante com outras instituições financeiras.

Dessa forma, a XP consegue oferecer a seus clientes diferentes tipos de produtos de renda fixa emitidos por diferentes instituições financeiras.

Ou seja, ao abrir uma conta, na XP, o investidor já tem acesso a diversos produtos de diferentes organizações.

Ao invés de abrir contas em outros bancos, o investidor pode centralizar seus investimentos com XP e organizar tudo de forma mais prática. O rendimento dos papéis foi outra coisa que sofreu alterações durante esses anos.


Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil


Rendimentos dos CDBs

Os grandes bancos oferecem CDBs indexados ao CDI ou prefixados. É bem difícil encontrar algum rendimento diferente.

Com relação ao CDI, o negócio é bem simples. O CDI é uma taxa que acompanha bem de perto a taxa Selic.

Portanto, quando a taxa de juro sobe, o CDI rapidamente sobe junto. Existem algumas diferenças entre as duas taxas, mas não é nada superior aos 0,5% ou coisa do gênero.

Sendo assim, ao comprar um CDB que paga 100% do CDI, o investidor vai perceber que diariamente será acrescido juro em seu título.

Se o papel foi adquirido por R$ 1.000,00, então no dia seguinte é possível que o cliente já tenha R$ 1.000,30, por exemplo.

Ao comprar CDBs em corretoras independentes, como a própria XP, o investidor terá chance que investir em títulos com porcentagens diferentes.factors 02 500 300x300 - O que é CDB? Como ele funciona?

Dependendo do vencimento e da instituição financeira que está emitindo o papel, os rendimentos podem ser bem convidativos.

Por exemplo, um CDB com o vencimento mais próximo, para 90 dias, dificilmente terá um rendimento superior aos 110% do CDI.

Agora, um banco que coloca o vencimento do papel para depois de 4 anos provavelmente vai pagar ao investidor algo próximo dos 117% do CDI, ou mais!

Como foi dito anteriormente, o tamanho da instituição também influência nesse rendimento. Bancos grandes como o Itaú, Bradesco, entre outros, não oferecem uma rentabilidade tão alta, devido a grande liquidez que os mesmos possuem.

Estamos falando de bancos com, praticamente, o monopólio do mercado. Sendo assim, eles quase não precisam das aplicações dos pequenos investidores.

Já os bancos menores brigam por esse dinheiro. Mesmo sendo do pequeno investidor, as instituições menores e de médio porte precisam de mais dinheiro para poder financiar suas operações, e consequentemente abocanhar um pedaço do mercado.

Mas afinal o que é CDB?

CDB nada mais é do que um título que o investidor recebe em troca de emprestar seus recursos para um Banco, onde neste título está acordado qual será os juros que o banco irá pagar para o investidor por estar trabalhando com seus recursos.

Como funciona o CDB e seus rendimentos?

Existem 3 tipos de remuneração nos CDBs, os CDBs pós fixados, os pré fixados e os pré fixados mais inflação.

Investir em CDB vinculados ao CDI (pós fixado) é uma boa alternativa para aqueles investidores mais conservadores.

Realmente não existe uma contraindicação ao investir em CDB indexado ao CDI. Desde a criação do plano Real, a inflação nunca superou a nossa taxa de juro, portanto não vejo problemas.

Investir em CDB vinculados ao CDI é uma boa alternativa para aqueles investidores mais conservadores.

Realmente não existe uma contraindicação ao investir em CDB indexado ao CDI. Desde a criação do plano Real, a inflação nunca superou a nossa taxa de juro, portanto não vejo problemas.

Prefixados

Os prefixados são mais interessantes em momentos em que a taxa de juro está caindo. Mas não é só esse sinal que o investidor deve observar!calculation-icon

Em meados de 2012, já passamos por uma situação como a atual. Porém a economia estava em um momento diferente.

E isso faz toda a diferença! Em 2012 a taxa de juro estava caindo (até chegar aos 7,25%), mas a inflação estava acima da média. O IPCA marcava 5,5%, quase 6% ao ano! O teto da meta na época era de 6,5%

Ou seja, estamos falando que nessa época o nosso Banco Central acabou reduzindo muito a taxa de juro, em um momento em que a economia já sofria com a oscilação dos preços.

Com essa redução do juro as pessoas continuaram consumindo, porém não houve investimento na oferta, fato que alimentou ainda a inflação.

Se isso já não fosse o suficiente, o Brasil, na época, estava praticando várias medidas para incentivar a economia, porém, tais medidas acabaram aumentando a dívida pública.

Na época o Brasil não estava tendo Déficit. Mas as despesas aumentaram muito com as medidas de incentivo, fato que reduziu bastante o superávit, culminando com o ano de 2015, onde o Brasil teve um grande déficit, e uma inflação superior aos 10%, mesmo tendo mais de 8% de desempregados, e uma queda no PIB superior aos 3%!

Então, investir em 2012 em títulos prefixados apenas porque a taxa de juro estava caindo não era uma boa ideia.

A economia não dava sinais de que o juro poderia cair, mas sim de que alguma coisa estava errada.

Atualmente a nossa economia vem crescendo, o desemprego vem diminuindo gradativamente, e a inflação está baixa.

Resumindo, ainda existe espaço para mais uma queda do juro, fato que pode beneficiar aqueles que estão comprando, ou já comparam títulos prefixados.

Lá em 2016, quando a economia começou a inverter sua trajetória, havia títulos prefixados pagando juro acima dos 16% ao ano!

IPCA mais juros prefixado

Outra forma de rentabilidade que podemos encontrar nos CDBs, é IPCA (inflação) mais juro prefixado.

Os grandes bancos não oferecem essa possibilidade, mais instituições menores já possuem essa alternativa para o investidor.

Dependendo do juro prefixado, e do tempo de aplicação, acredito que tais CDBs são bem interessantes para qualquer tipo de investidor.

O investidor deve ficar atento à correção da inflação mais o juro prefixado. O juro prefixado funciona como o ganho real do papel.

Uma vez que o papel já será corrigido pela inflação e acrescentará o juro prefixado à rentabilidade.

Paulo Dalla Rosa

Paulo Dalla Rosa, é um dos fundadores do Portal Eu quero investir, Com mais de 12 anos de experiência no mercado financeiro, auxiliando neste tempo milhares de investidores a atingirem seus objetivos através deste mercado.

Se quiser auxílio para encontrar bons investimentos, basta me chamar via e-mail ou WhatsApp:

e-mail: paulo.dallarosa@euqueroinvestir.com

Whatsapp: 47 9791-7925

Artigos Relacionados

Close