O que é a Reforma Tributária?

Bernardo Pires
Colaborador do Torcedores

Tudo que você precisa saber sobre a reforma tributária

Além da aprovação da reforma da previdência, outro assunto muito importante e que vai gerar também muita discussão é a proposta de reforma tributária.

Você sabe o que é a reforma tributária?

Você sabe por que é tão importante para o Brasil?

O Brasil está passando por um momento real de mudanças, tanto na economia quanto na política, o que gera uma divisão entre aqueles que apoiam o novo governo e defendem suas medidas e aqueles que se opõem a elas.

Entender sobre todas essas mudanças é muito importante para que possamos estar criando um pensamento crítico e nos posicionando.

Fique até o final do artigo e saiba tudo que você precisa saber sobre a reforma tributária.

Então, o que é a Reforma Tributária?

Entre os gargalos econômicos que impedem o país de se desenvolver está a questão tributária.

Quem já tentou começar um negócio e abrir uma empresa no Brasil sabe o sufoco que é para se manter em dia com a receita federal.

O nosso sistema tributário com toda certeza não é para amadores. Eu costumo dizer que quem consegue ter sucesso e fazer dinheiro no Brasil, consegue em qualquer outro lugar.

Por isso a reforma tributária vem como uma medida de desburocratização, focada na produtividade, competitividade e melhores serviços, com o objetivo de tornar a arrecadação tributária mais eficiente e justa, para ajudar a estimular o crescimento da economia.

É uma mudança legislativa que determina quais taxas, impostos e contribuições as pessoas físicas e jurídicas devem pagar e como esses recursos seriam usados pelo governo no financiamento de bens e serviços públicos.

A essa altura, espero que você já tenha entendido a importância da reforma tributária.

O tema está no pacote de medidas do ministro Paulo Guedes para o segundo semestre desse ano. E já consigo prever que não vai ser nada fácil.

Mas temos alguns aspectos no sistema tributário que devem ser melhorados e vamos falar sobre eles agora:

Complexidade da Reforma tributária

O Brasil é um dos países que mais paga imposto do mundo e o cidadão não está nem um pouco feliz com esse sistema. A sua complexidade é tanta que um cidadão comum não sabe com clareza como funciona.

Por isso, uma das ideias que está sendo discutida nessa reforma é de juntar cinco impostos em um imposto só. IPI, PIS, COFINS, ISS, ICMS seriam unificados. O que teoricamente facilitaria a fiscalização e simplificaria o pagamento dos impostos.

Quantidade de impostos

Outro ponto muito injusto é a quantidade de impostos que pagamos. O governo taxa tudo que é possível e impossível. Isso é o que chamamos de imposto indireto. Desde o arroz ao leite, do papel higiênico ao pneu do carro, nem medicamentos escapam. Tudo é taxado.

O tributo vem embutido no valor do produto e muitas vezes, as pessoas nem percebem.

A ideia para melhoria é cobrar impostos sobre a fortuna acumulada de pessoas físicas.

Carga tributária

Além disso, no Brasil a carga tributária é regressiva, ou seja, o pobre paga mais que o rico.

Quem ganha mais de R$4664,68 paga a alíquota máxima de Imposto de Renda que é de 27,5%. A questão é que não importa se você ganha R$ 5 mil ou R$ 80 mil, pagará a taxa máxima.

Nesse ponto, o plano é aumentar a alíquota de forma proporcional. Ou seja, quanto mais você ganha mais você paga.

Bom, esses são apenas alguns pontos que o governo está propondo. Infelizmente, o assunto ainda está muito nebuloso para podermos aprofundar mais. O que espero é que todos esses projetos ao saírem do papel realmente venham alavancar a nossa economia e facilitar a vida do povo brasileiro.