EconomiaInvestimentosNotíciasPolítica

O cenário econômico que o próximo presidente do Brasil irá encontrar

A retomada do crescimento do país é o grande desafio e já aparece como um dos principais temas da campanha política.

Avalie este artigo!

economia do brasil 1024x573 - O cenário econômico que o próximo presidente do Brasil irá encontrar

O “tom” da campanha eleitoral, que começou na quinta-feira (16), já aparece claramente: soluções para a economia brasileira. Depois da crise dos últimos anos, o grande desafio do novo presidente a partir de 2019 é retomar o crescimento econômico do Brasil.

Analistas consideram o rombo nas contas públicas o principal problema da economia atualmente. Entre os pontos fracos, também aparecem o baixo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e as altas taxas de desemprego.

Porém, existem pontos fortes, que dão fôlego ao cenário econômico. Entre esses pontos, segundo analistas, aparecem números positivos no setor externo, alavancados pelo bom desempenho da balança comercial. Além disso, as reservas internacionais elevadas, que garantem proteção para a nossa economia.

Ainda podem ser citados como pontos fortes a manutenção da taxa de básica de juros (Selic) em 6,5% ao ano (patamar histórico) e a inflação contida.

Abaixo, os desafios do novo presidente por setor:

Contas Públicas

Os números oficiais mostram que, em 2018, as contas do governo irão registrar déficit pelo quinto ano consecutivo. A meta fiscal é de déficit primário (mais despesas do que receita) com valor até R$ 159 bilhões neste ano. Esse número representa uma piora em relação a 2017, quando o déficit primário foi de R$ 124 bilhões.


Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil


Porém, existem analistas que acreditam em um déficit fiscal abaixo da meta, na ordem de R$ 148 bilhões.

Contas do Governo - O cenário econômico que o próximo presidente do Brasil irá encontrar

Dívida Pública

Com as contas públicas piores nos últimos anos, a dívida bruta do chamado setor público consolidado – que engloba governo, estados, municípios e empresas estatais – cresceu. Conforme o Banco Central, em junho deste ano, a dívida bruta chegou a R$ 5,165 trilhões, ou seja, um recorde histórico de 77,2% do PIB.

Setor Público - O cenário econômico que o próximo presidente do Brasil irá encontrar

Antes de seguir com a notícia…

Vamos fazer o teste de perfil e descobrir o seu tipo de investidor?

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Produto Interno Bruto (PIB)

Em 2017, depois de sair da recessão com expansão de 1%, o PIB do Brasil subiu 0,4% nos primeiros três meses de 2018. O número reflete uma recuperação econômica em ritmo lento.

PIB - O cenário econômico que o próximo presidente do Brasil irá encontrar

Desemprego

A taxa de desemprego continua alta. No segundo trimestre de 2018 – encerrado em junho – chegou a 12,4%, o que representa mais ou menos 13 milhões de brasileiros sem emprego. Mesmo apresentando queda de 13,7% em relação ao mesmo período de 2017, a taxa de desemprego segue acima da mínima histórica de 6,2% apurada no último trimestre de 2013.

Desemprego - O cenário econômico que o próximo presidente do Brasil irá encontrar

Contas Externas

Por causa dos saldos da balança comercial (exportações menos importações) o resultado das contas externas tem sido positivo. A conta de transações correntes tem apresentado déficit menores, que na maioria dos casos está sendo financiado integralmente pelos investimentos estrangeiros diretos. Outro ponto positivo são as reservas internacionais de US$ 380 bilhões que o Brasil possui. Isso tem ajudado a segurar as crises cambiais.

Contas Externas - O cenário econômico que o próximo presidente do Brasil irá encontrar

Taxa Selic

O Brasil tem hoje a menor taxa Selic de toda a história. A taxa básica de juros está em 6,5% ao ano, depois de 12 cortes consecutivos. Porém, mesmo com a mínima histórica, os juros bancários seguem altos.

Selic - O cenário econômico que o próximo presidente do Brasil irá encontrar

Inflação oficial

Medida pelo IPCA, a inflação oficial fechou 2017 em 2,95%, abaixo do que o governo previa (3%). Desde 1999, quando o regime de metas foi implantado no Brasil, foi a primeira vez que isso aconteceu. Analistas seguem com a estimativa de inflação de 4,15% para o fim de 2018 e de 4,10% para 2019.

Inflação Acumulada - O cenário econômico que o próximo presidente do Brasil irá encontrar

Dólar

A cotação do dólar tem subido nos últimos anos e disparou com a corrida eleitoral, chegando ao patamar de R$ 4. A moeda norte-americana em alta favorece as exportações, as deixam mais rentáveis, porém, as viagens internacionais se tornam caras demais. O dólar valorizado também pode impactar na inflação. Isso porque os produtos e os insumos importados ficam mais onerosos.

Dólar - O cenário econômico que o próximo presidente do Brasil irá encontrar

Patrícia Auth

Patrícia Auth é jornalista formada pela Univali de Itajaí/SC. Trabalhou em impressos, como o Jornal de Santa Catarina, e também, como repórter na Rede Record e RBS TV. É casada, mãe da Lívia e adoradora de boa música e gastronomia.

Na equipe EuQueroInvestir, é responsável pela produção de vídeos, e também escreve e edita artigos para o site.

Entre em contato com a Patrícia pelo e-mail: patricia.auth@euqueroinvestir.com

Artigos Relacionados

Close