Nova frente da guerra comercial e Brexit complicam os mercados

Guilherme Paulo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Traders work on the floor at the New York Stock Exchange (NYSE) in New York, U.S., October 18, 2019. REUTERS/Brendan McDermid

Desde o início do dia o humor não era muito bom, com dados ruins da China.

Acompanhe o mercado financeiro em tempo integral: https://telegram.me/wisir

Mercado Europeu

As bolsas europeias foram pressionadas após entrar em vigor as tarifas americanas contra produtos da UE. As tarifas foram autorizadas pela OMC, e se devem a compensações por subsídios ilegais dados à Airbus. A UE afirmou que vai retaliar os EUA, contribuindo ainda mais para a queda das bolsas, deflagrando uma nova frente da guerra comercial.

Já na situação do Brexit, o presidente francês Macron, rejeitou a extensão do prazo da separação se o acordo não for aprovado amanhã no parlamento britânico. Mais cedo, Angela Mergel havia considerado a extensão “inevitável”, em caso de derrota de Boris Johnson, mas segundo Macron, é hora de encerrar as negociações e nos concentramos na relação futura da UE com o Reino Unido.

A mídia de Londres reforça que a aprovação do Brexit no parlamento será mais difícil do que já era esperado, pois 21 deputados que deixaram o Partido Conservador e se intitulam independentes estão divididos sobre apoiar o acordo que o premiê fechou com a UE ontem.

Alemanha | DAX [-0,17%]

Londres | FTSE 100 [-0,44%]

França | CAC 40 [-0,65%]

Zona do euro | Euro Stoxx 50 [-0,26%]

Itália | FTSE MIB [-0,24%]

EUR/USD [+0,38%] | € 1,1164

GPB/USD [+0,45%] | € 1,2946

Bolsas Norte-americanas

As bolsas americanas que já vinham com um desempenho negativo, ampliaram a queda com novas informações sobre a Boeing.

Investigações do FAA, entidade responsável pela segurança da aviação nos EUA, mostraram que funcionários da Boeing enganaram os reguladores, por não informarem problemas identificados na aeronave 737 Max. As ações da empresa eram penalizadas nas negociações.

Durante o dia houveram diversas falas de representantes do FED. Esther George, do Fed Kansas, disse que a economia americana não mostra fraqueza que exija ação do FED. Já Robert Kaplan, presidente do Fed Dallas, disse que a desaceleração externa pode contaminar a economia dos EUA, e que o mercado de juros nos EUA mostra essa preocupação com contágio.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Ja Neel Kashkari, do Fed de Minneapolis, foi mais direto, defendendo o terceiro corte de juros para impulsionar a economia.

Segundo indicador, a probabilidade de corte de juros na próxima reunião do Fed está acima de 85%. Além do FED, localmente e no mesmo dia haverá decisão do Copom, com corte massivamente esperado de 50bps, jogando a Selic para nova mínima histórica em 5%.

Dow Jones 30 [-0,94%] | 26.770 pontos

S&P 500 [-0,39%] | 2.986 pontos

Nasdaq [-0,83%] | 8.089 pontos

VIX [+3,34%]

Commodities

O petróleo sustentou altas na parte da manhã, mesmo com o novo aumento semanal no estoque americano, com a expectativas de que a Opep fará cortes mais agressivos para sustentar preços.

Mas a tendência mudou depois que os EUA confirmaram a aplicação de tarifas contra produtos da UE, e dados ruins da economia chinesa aumentaram o receio de uma menor demanda.

Dados divulgados a tarde pressionaram ainda mais as cotações, mostrando que o número de poços e plataformas de petróleo em atividade nos EUA subiram na semana para 713, segundo Baker Hughes. E as sondas de exploração de petróleo atingiram contagem semanal de 851.

No início da manha, o minério de ferro interrompeu a sequência de quedas e fechou a semana em alta de 0,74% em Dalian, a US$ 86,95/tonelada.  Já em Qingdao , o minério de ferro caiu 1,71%, para US$ 86,36 por tonelada.

A referência britânica de petróleo, o Brent para dezembro, encerrou em queda de 0,82%, a US$ 59,42. A referência norte-americana, o WTI para novembro, fechou em baixa de 0,28%, a US$ 53,78.

O ouro encerrou em queda de 0,3%, a US$ 1.494,10 a onça-troy. Na semana, o metal acumulou alta de 0,4%.

A bolsa brasileira

Segundo o líder do PSL no Senado, Major Olimpio (SP), o deputado Luciano Bivar, presidente do partido, não vai procurar o presidente Bolsonaro para abrir um diálogo sobre a crise interna no partido.

Olimpio disse ainda que Bivar e a Executiva da legenda se reunirão na segunda-feira e devem apresentar na terça uma proposta de mudanças em Executivas estaduais da sigla, assim como na Executiva Nacional.

O Delegado Waldir, líder do PSL na Câmara, acusou Jair Bolsonaro de querer a “chave do cofre”. Para o deputado, o presidente tinha a intenção de controlar o partido: “No próximo ano tem eleições e ele queria o controle total de todos os diretórios do país, inclusive tinha pedido a minha cabeça em Goiás”.

Uma possível solução para o racha no partido parece não estar próxima, e um cenário de como pode ficar o partido no congresso não é possível prever.

O Ibovespa perdeu os 105 mil pontos, encerrando em baixa de 0,27%, com 0 104.728 pontos. Na mínima, o índice marcou 104.524, e na máxima 105.464.

Na semana, o índice anotou alta de 0,86%, e no mês baixa de 0,87%.

O dólar também encerrou em baixa, mas mais acentuada, acompanhando o desempenho das demais moedas emergentes contra a moeda americana. A moeda encerrou em baixa de 1,21%, cotado a R$ 4,177. Na mínima, a moeda marcou R$ 4,155 e na máxima R$ 4,167.

A moeda americana marcou alta de 0,12% na semana, e no mês queda de 0,95%.

Acompanhe o mercado financeiro em tempo integral: https://telegram.me/wisir

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.