Nokia pegou empréstimo de US$560 mi para desenvolver 5G

Daniele Andrade
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós-graduada em Mídias Digitais. Atualmente cursa bacharel em História. Gosta de produzir reportagens sobre política tanto nacional quanto internacional, economia e tecnologia.
1

Crédito: Reprodução / Pixabay

A Nokia pegou um empréstimo de 500 milhões de euros (561 milhões de dólares), no mês de fevereiro. O objetivo do empréstimo foi acelerar o desenvolvimento da tecnologia 5G pela companhia, conforme dados do relatório anual da Nokia. De acordo com informações de uma reportagem da Reuters.

O empréstimo realizado pela Nokia foi solicitado ao Banco Europeu de Investimento (EIB), para pesquisa e desenvolvimento, com prazo de cinco anos. As negociações para a pesquisa foram fechadas em agosto de 2018, mas o empréstimo só ocorreu no dia 24 de fevereiro de 2020.

As finanças da empresa estão em foco desde que a companhia realizou o rompimento do pagamento de dividendos, no final de 2019. Em que anunciou a necessidade de investir mais do que o esperado, para o desenvolvimento dos seus equipamentos com a tecnologia 5G.

Quando o acordo foi assinado em agosto de 2018, a empresa esclareceu a situação comunicando: “A Nokia usará o empréstimo para acelerar ainda mais sua pesquisa e desenvolvimento da tecnologia 5G, o padrão de telecomunicações móveis da próxima geração”.

A Nokia no mercado

No setor das telecomunicações, a Nokia é vista como segunda maior empresa do mundo. Atualmente, também é uma das grandes concorrentes na questão dos leilões para implementação da tecnologia 5G no mundo. A marca pretende lançar seu primeiro smartphone 5G próximo ao lançamento do novo filme da famosa franquia de James Bond.

Devido a HMD Global possuir os direitos da marca de telefones Nokia, portanto a empresa vai atuar como parceira oficial do longa “007- Sem Tempo Para Morrer”.