Natura (NTCO3) projeta receita de R$ 47 bi a R$ 49 bi em 2023, com mais sinergias com Avon

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Divulgação / Natura

A Natura (NTCO3) divulgou nesta sexta-feira (16) fato relevante em que revela suas projeções financeiras e uma revisão de sinergias com a Avon para os próximos anos.

A receita líquida da empresa deve ficar entre R$ 47 bilhões a R$ 49 bilhões em 2023. A margem Ebitda consolidada, entre 14% e 16%.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

A previsão é ter dívida líquida igual ou menor que 1 vez o Ebitda dos 12 meses anteriores a 31 de dezembro de 2023.

A companhia  espera  capturar, de 2020 a 2024, sinergias  operacionais  estimadas  entre  US$ 350  milhões  a  US$ 450  milhões, como mostra o gráfico abaixo. A taxa de câmbio usada é de US$ 1 para R$ 5.

Reprodução/Natura

A Natura afirma que as projeções têm como premissas o orçamento consolidado para o ano corrente, o plano estratégico para os exercícios sociais posteriores, o crescimento do mercado global de cosméticos, fragrâncias e itens de cuidado pessoal, e o aumento de penetração das vendas online.