Natura (NTCO3) troca dois executivos; diretor-presidente acumulará funções

Osni Alves
Jornalista | oalvesj@gmail.com
1

Crédito: Divulgação

A Natura (NTCO3) informou nesta terça-feira (3) mudanças na diretoria da companhia. Atual diretor-presidente, o engenheiro João Paulo Brotto Gonçalves Ferreira ocupará o lugar de José Antônio de Almeida Filippo, que deixou a empresa, e acumulará também o cargo de diretor financeiro e de relações com investidores.

Outro executivo a deixar a companhia foi o diretor jurídico Itamar Gaino Filho, substituído pela advogada Ana Beatriz Macedo da Costa que ficará no cargo até março de 2023.

Empresa do segmento de beleza, a Natura está listada na Bovespa desde 2004 e mês passado concluiu o programa de recompra de ações, adquirindo mais de um milhão de seus papeis.

A diretoria 2020-2023 ficou assim: Erasmo Toledo, diretor-executivo operacional de negócios e Andréa Figueiredo Teixeira Álvares, diretora-executiva operacional de marketing, inovação e sustentabilidade, além de Ferreira e Ana Beatriz.

Prejuízo em 2019

A companhia sofreu solavancos no terceiro trimestre de 2019 quando registrou prejuízo de 48,4% no período. Isso porque a empresa lucrou R$ 68,6 milhões contra os R$ 132,8 milhões de igual período em 2018.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) recuou 17,4% com R$ 398,9 milhões contra os R$ 483 milhões de igual período em 2018.

Já a receita líquida subiu 7,2% na comparação anual, totalizando R$ 3,47 bilhões entre julho e setembro.