Natura (NTCO3) lança plataforma de serviços financeiros; BR (BRDT3) obtém vitória judicial

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução Natura

A Natura (NTCO3), informou nesta quarta-feira (28) que lançou a &Co Pay, sua plataforma proprietária de serviços financeiros.

A &Co Pay chega ao mercado para “atender as principais necessidades de negócio das consultoras e revendedoras e traz consigo grande capacidade de inclusão financeira e digital desta base”, diz a Natura.

A empresa afirma que “o serviço está disponibilizado em modelo piloto e ao longo dos próximos meses para toda a rede de consultoras, inicialmente para a marca Natura no Brasil”.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

A Natura afirma que contará com parceiros de “primeira linha” para “captura de expertise em cada uma das frentes de ação”.

“Este é mais um grande passo na jornada de digitalização do Grupo, com impacto social positivo para base de consultoras e revendedoras”, conclui.

BR Distribuidora (BRDT3) obtém decisão definitiva de exclusão de ICMS de base de PIS/Cofins

A BR Distribuidora (BRDT3) informou hoje que conseguiu decisão favorável da 12ª Vara Federal do Rio de Janeiro de que o valor do ICMS a ser excluído da base de cálculo do PIS/COFINS é o destacado na nota fiscal.

Desta forma, a metodologia de cálculo para apuração desse crédito irá gerar um reconhecimento total no resultado da companhia em 2020 de R$ 1,4 bilhão, já incluído neste valor os R$ 551 milhões registrados no 2° e 3° trimestres.

À decisão não cabe recurso.

O ganho adicional, portanto, será refletido nas demonstrações financeiras do 4º trimestre de 2020.

O valor total é de R$ 874,6 milhões.

Desses, R$ 647,4 milhões, como outras receitas, e R$ 227,2 milhões de atualização monetária, como receita financeira.

Petz (PETZ3): Itaú (ITUB4) atinge participação acima de 5% no capital social

A PETZ (PETZ3) foi informada que o Itaú Unibanco (ITUB4), em 27 de outubro, aumentou sua participação acionária na empresa, alcançando aproximadamente 5,013% do capital social.

O total de ações ordinária atingido é de 18.693.480.

O posição do Itaú refere-se a fundos de investimentos geridos pelo banco, na administração de recursos de terceiros.

Rumo (RAIL3) aprova plano de recompra de ações

O Conselho de Administração da Rumo (RAIL3) aprovou um novo Plano de Recompra de Ações.

O prazo é de 18 meses, ou seja, 29 de abril de 2022.

O máximo de recompra são 21.482.277 ações.

Ou seja, 1,16% do capital social da companhia. Hoje, são 1.258.149.188 ações circulantes, nenhuma em tesouraria.

Com a operação, não haverá alterações significativas no controle acionário e tampouco na estrutura administrativa da Rumo.

E tudo será realizado em bolsa de valores, a preço de mercado. As ações recompradas serão mantidas em tesouraria.

Light (LIGT3): Atmos passa a deter 5,62% do capital

A Light (LIGT3) comunicou hoje que a Atmos passou a deter, direta e indiretamente, 17.095.597 ações ordinárias da empresa.

O total de ações representa o conjunto de ações detidas por fundos de investimentos geridos por ela.

A Atmos atingiu 17.095.597, passando a deter aproximadamente 5,62% do total de ações ordinárias emitidas pela Light.

Como de praxe, a Atmos informou que a aquisição de participação acima não visa aquisição de controle da companhia.