Multiplan (MULT3) compra fatia e aumenta participação de shopping em Brasília

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)

Crédito: Divulgação

A Multiplan (MULT3), empresa que controla e administra shoppings em seis estados e no Distrito Federal, anunciou nesta quinta (20) que adquiriu 12% de participação no ParkShopping, em Brasília, por R$ 225 milhões.

A companhia tinha direito de preferência sobre parte desta oferta, o que correspondia a 7,5% de participação no shopping, e agora confirma a aquisição da parcela remanescente.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

A Multiplan também anunciou, pelo valor de R$ 18 milhões, a aquisição de 20% de participação no ParkShopping Corporate, empreendimento imobiliário conectado ao ParkShopping

Com esse investimento, as novas aquisições levam a companhia a deter 73,4% do ParkShopping e 70% do ParkShopping Corporate

Valores das transações

As duas aquisições foram concluídas nesta quinta, num total de R$ 243 milhões de investimentos. A compra da fração do ParkShopping incluiu pagamento de R$ 18 milhões, realizado em novembro de 2019 e outro de R$ 94,5 milhões feito hoje.

O saldo de R$ 112,5 milhões, informa a companhia, será pago em até 180 dias, “indexado a uma taxa de 120% do CDI”.

O ParkShopping Corporate foi liquidado à vista por R$ 18 milhões. A Multiplan fica com 70% do ParkShopping Corporate.

Complexo ParkShopping

O ParkShopping foi inaugurado em novembro de 1983 com 117 lojas. Após nove expansões, o  shopping center conta agora com 396 lojas e área bruta locável de 53.325 m².

A Multilpna explica: “A aquisição considera uma participação de 20% da fração ideal do condomínio original do ParkShopping, equivalente ao percentual de 12% referente à participação ponderada pela ABL de cada condomínio que compõe o shopping center (53.325 m² de ABL, em dois pavimentos).”

O shopping center integra um complexo multiuso com dua9s torres corporativas do ParkShopping Corporate, com 13.360 m², espaço que soma no total 66,685m².

Vendas em 2019

As vendas dos lojistas no ParkShopping atingiram a cifra de R$ 1,3 bilhão em 2019, com taxa de ocupação ao final do ano de 97,6%.

O ParkShopping Corporate encerrou 2019 66,8% ocupado.

Nos últimos 12 meses, a Multiplan anunciou R$ 969,3 milhões em aquisições de participações minoritárias em sete propriedades.

Essas operações correspondem a um resultado operacional líquido de R$ 68,4 milhões em 2019.

Com essas aquisições a companhia aumentou sua participação para 100% em dois ativos.

Nos últimos 5 anos, a Multiplan anunciou R$1,7 bilhão em aquisições de participações minoritárias em 10 propriedades.

A empresa conclui: “Isso reforça a estratégia de alocação de capital em ativos dominantes e com potencial de crescimento.”

IRB Brasil

O ressegurador IRB Brasil Re comunicou a venda de toda a sua participação no ParkShopping Brasília. Isso inclui as torres um e dois, e o ParkShopping Corporate, por R$ 243 milhões. A companhia detinha participação de 20% em cada unidade.

Segundo o IRB, R$ 130,5 milhões da venda já foram pagos e os outros R$ 112,5 milhões serão pagos em até 180 dias, corrigidos a 120% do CDI. O ressegurador informou ainda que a transação representa um ganho de capital antes de impostos para a companhia de R$ 62,923 milhões sobre o total do valor patrimonial dos referidos ativos imobiliários.

O IRB tem aproveitado a valorização dos ativos no setor de shoppings para desinvestir. Até antes da transação, o valor de mercado dos investimentos da companhia no setor era de R$ 525 milhões.

O vice-presidente do ressegurador, Fernando Passos, explicou: “Se preços interessantes forem colocados na mesa a companhia vai analisar, mas entendemos que os ativos que permanecem conosco têm potencial de valorização”,

Os investimentos do IRB no setor de shoppings são questionados pela Squadra, em cartas divulgadarecentemente sobre o ressegurador.

O ativo que coloca o IRB e a gestora em lados opostos é o Minas Shopping, informou o Estadão Conteúdo. Enquanto a Squadra vê ganho de capital de R$ 119 milhões, a companhia diz que seria de cerca de R$ 27 milhões.

Leia mais:

Chuva em SP: comércio estima perda de R$ 110 milhões

Multiplan (MULT3) anuncia expansão em shopping de Belo Horizonte0