MRV (MRVE3), TIM (TIMP3), BB (BBAS3), Via Varejo (VVAR3) e Iguatemi (IGTA3) seguem na carteira semanal da Terra

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Imagem/reprodução/r7

A Terra Investimentos divulgou sua carteira Top5 para a semana de 11 a 18 de setembro de 2020 e não recomendou nenhuma alteração. Os cinco ativos seguem sendo MRV (MRVE3), TIM (TIMP3), Banco do Brasil (BBAS3), Via Varejo (VVAR3) e Iguatemi (IGTA3).

Apesar da manutenção total da carteira, ela apresentou baixa de 2,14% na semana passada.

Isso foi um desempenho pior do que teve o Ibovespa, que caiu 1,87%.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

A semana analisada aqui é de 4 a 10 de setembro, com apenas quatro sessões, já que dia 7 foi feriado.

Entretanto, no acumulado dos últimos 12 meses, a Top5 tem ganhos de 56,60%, contra perdas de de 4,46% do Ibovespa.

Contudo, a Terra ressalta que “rentabilidade passada não é garantia de ganhos futuros”.

Performance das recomendações da Terra

Nos quatro pregões anteriores, a MRV (MRVE3) teve queda de 2,31%, fechando a R$ 17,80.

O objetivo dos analistas da Terra é de R$ 20,00 a R$ 20,80.

Via Varejo (VVAR3) desceu no período 6,10%, indo a R$ 18,02.

O objetivo é de R$ 21,60 a R$ 22,30.

O Banco do Brasil (BBAS3) também perdeu na semana analisada. Foram menos 3,67%.

O papel passou a valer, no fechamento de 10 de setembro, R$ 32,53.

A Terra tem como objetivo R$ 35,90 a R$ 37,70.

A TIM (TIMP3) foi o ativo que menos perdeu: 0,27%, indo a R$ 14,77.

O alvo é entre R$ 16,00 e R$ 16,80.

Iguatemi, único no campo positivo

Em contrapartida, a Iguatemi (IGTA3) foi a única que conseguiu ganhos. Cresceu 1,64%, chegando a R$ 34,73.

Ainda longe do objetivo de R$ 39,00 a R$ 40,00.

“Em função do público alvo de seus imóveis, ela possui um dos maiores aluguéis por metro quadrado no Brasil”, lembra o relatório.

O stop sugerido para todas as recomendações feitas pela Terra é de 10%.