MRV (MRVE3): lançamentos somam R$ 2,4 bi no 2TRI, alta de 5,4%

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

A MRV (MRVE3) registrou R$ 2,399 bilhões em lançamentos nos dados operacionais do 2TRI21. Ou seja, houve alta de 5,4% na base anual. O valor foi um recorde para um trimestre.

O recorde inclui o lançamento de dois empreendimentos da AHS, nos EUA, um empreendimento da Urba em Campinas, além de um total de R$ 1,75 bilhão em VGV lançado para a operação de incorporação da MRV no Brasil.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Outro recorde histórico foram as vendas líquidas em VGV, que somaram R$ 2,06 bilhões no 2TRI21. Assim, houve alta de 13,7% na comparação com o mesmo período de 2020.

A MRV registrou um total de 10.568 unidades produzidas no 2T21, equivalentes a um aumento de 15,0% frente ao 1T21 e de 30,6% no comparativo com o 2T20.

Eztec (EZTC3) soma lançamentos de R$ 927,8 milhões no 2TRI21

A Eztec (EZTC3) registrou lançamentos de R$ 927,8 milhões na prévia operacional do 2TRI21. No mesmo período de 2020 a empresa não registrou lançamentos.

As vendas líquidas do 2TRI21 foram de R$ 284,7 milhões. Assim, houve alta de +130% nas vendas líquidas da Eztec.

Os distratos fecharam o trimestre na casa dos R$39milhões, volume ligeiramente superior que o trimestre anterior.

O VSO líquido da Eztec ficou em 12,8% no 2TRI21, valor melhor que os 6,7% do mesmo período do ano anterior.

Tenda (TEND3) registra resultados recordes no 2TRI21

A Tenda (TEND3) registrou recordes na prévia operacional do 2TRI21.

Os lançamentos de 20 empreendimentos totalizaram o recorde de R$ 986 milhões (+56% a/a).

As vendas líquidas também foram recorde, contabilizando R$ 858 milhões. Ou seja, alta de +49% no comparativo com o mesmo período do ano anterior.

O VSO líquido também foi histórico: 34,3%. Sendo 3,9 p.p. maior do que o mesmo período de 2020.

Os distratos sobre vendas brutas somaram 10,5%, apresentando reduções de -5,9p.p. a/a.

No acumulado do ano, a Tenda registrou 30 projetos lançados, somando um VGV de R$ 1,6 bilhões (+101% a/a).

Cruzeiro do Sul (CSED3) anuncia compra da Instituição Universitária Moura Lacerda

A Cruzeiro do Sul (CSED3) anunciou a compra da Instituição Universitária Moura Lacerda, mantenedora do centro universitário com o mesmo nome.

O valor da transação é de R$ 54 milhões, que serão pagos ao longo de cinco anos.

Com 98 anos de história e sediado na cidade de Ribeirão Preto-SP, o Centro Universitário Moura Lacerda é uma das mais tradicionais instituições de educação do interior paulista, com operações também na cidade de Jaboticabal e um total aproximado de 3 mil alunos da educação básica a pós-graduação.

Em linha com a estratégia da Cruzeiro do Sul Educacional, a Moura Lacerda, além de possuir autonomia como Centro Universitário, exerce papel de liderança regional e com uma marca forte e reconhecida em uma das principais cidades do estado de São Paulo.

Os 3 campi dispõem de infraestrutura completa e diferenciada para a demanda de educação presencial de qualidade. Em seu portfólio atual são destaques os cursos de Engenharia, Medicina Veterinária, Arquitetura e Direito. Destaca-se que a IES não opera atualmente na Educação a Distância, sendo certo que a oferta de cursos desta modalidade sob a marca Moura Lacerda em Ribeirão Preto e região se configura numa oportunidade importante para a companhia.