Movida (MOVI3) registra queda de 38,2% no lucro no 3TRI20

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Movida (MOVI3) / Divulgação

A Movida (MOVI3) registrou um lucro líquido de R$ 37,2 milhões no terceiro trimestre de 2020, um desempenho 38,2% inferior em relação ao mesmo período do ano passado.

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 37,4 milhões, uma diminuição de 20,4% sobre as perdas financeiras do terceiro trimestre de 2019.

A Movida apresentou recorde na taxa de ocupação de 82,7% no trimestre, uma evolução de 6,6p.p. em relação ao mesmo período de 2019, com frota final de 67.978 carros e ticket médio de R$ 70,00.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

Movida (MOVI3) conclui emissão debêntures no valor de R$ 600 milhões

Ebitda

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 213,2 milhões no terceiro trimestre deste ano, uma elevação de 13,6% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

A margem Ebtida atingiu 54%, alta de 8,8 pontos percentuais em relação ao terceiro trimestre de 2019.

Receita

A receita líquida atingiu R$ 1,035 bilhão no período, um aumento de 3,6% na comparação ano a ano.

O lucro bruto caiu 9,6% no terceiro trimestre, totalizando R$ 219,4 milhões.

A margem bruta ficou em 55,6%, baixa de 2,9 pontos percentuais.

Conforme a Movida, a queda da margem foi reflexo do menor faturamento e do aumento da depreciação, também refletido no Ebitda.

Movida (MOVI3) teve queda de 93,7% no lucro no 2TRI20

Investimentos e dívida

Frente à recuperação da demanda após a crise derivada da pandemia, a Movida voltou a adicionar carros na frota.

O volume de venda de carros Seminovos foi reduzido como estratégia para voltar ao giro sustentável do ativo, gerando um crescimento líquido de mais de 3,0mil carros no terceiro trimestre em relação ao segundo.

A compra total foi de 18.242 carros, totalizando um capex bruto de R$ 976,1 milhões com ticket médio expandindo 17% na comparação anual devido ao mix de modelos. Como resultado, o capex de líquido foi de R$328 milhões no trimestre, frente a um capex negativo em mais de R$ 426 milhões no segundo trimestre de 2020.

Já a dívida líquida encerrou o terceiro trimestre em R$ 2,132 bilhões.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida ajustado, ficou em 2,4 vezes no final do trimestre. Um ano antes a alavancagem financeira era de 2,3  vezes.

Confira os destaques do balanço da Movida (MOVI3):

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.