Movida (MOVI3) tem queda de 93,7% no lucro no 2TRI20

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Movida (MOVI3) / Divulgação

A Movida (MOVI3) registrou um lucro líquido de R$ 2,6 milhões no segundo trimestre de 2020, um desempenho 93,7% na comparação com igual período do ano passado.

O lucro líquido ajustado somou R$ 55,1 milhões, uma redução de 93,7%.

A margem líquida ajustada atingiu 0,9%, baixa de 10,3 pontos percentuais.

A capital mundial dos investimentos vai invadir sua a casa! Click no link e faça sua inscrição gratuita para o evento

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 45,8 milhões, uma diminuição de 1,5% em relação ao ano anterior.

Conforme a Movida, o resultado foi devida à queda da taxa Selic e otimização dos custos de captação na dívida.

A frota no final do período atingiu 105,6 mil veículos, mantendo-se praticamente estável.

Ebitda

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 151,4 milhões, uma diminuição de 0,1%.

A margem Ebtida ajustado atingiu 50,7%, alta de 10 pontos percentuais.

O Ebit ficou em R$ 49,8 milhões no trimestre, uma redução de 48,2% na comparação anual.

Enquanto a margem Ebit ajustado foi de 16,7%, baixa de 9,4 pontos percentuais.

Receita

A receita líquida atingiu R$ 1 bilhão no período, um aumento de 5,8% na comparação anual.

Conforme a Movida, o desempenho foi puxado pelo menor volume de diárias e da redução de 4,6 mil carros operacionais devido à estratégia da companhia frente à pandemia do novo coronavírus.

O lucro bruto caiu 21,8% no período, atingindo R$ 157,8 milhões.

A retração de margem bruta de serviços consolidada é função dos efeitos do coronavírus nos resultados, além da margem bruta geral ter sido impactada adicionalmente pela maior participação de Seminovos, que tem margens menores, no total da companhia.

Dívida

A dívida líquida da Movida encerrou o segundo trimestre em R$ 2,291 bilhões,

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida ajustado, ficou em 2,6 vezes no final do trimestre, contra 2,8 vezes no mesmo período do ano passado.