Mosaico (MOSI3): lucro soma R$ 26,5 mi no 4TRI, queda de 57,2%

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Mosaico

A mosaico (MOSI3) registrou lucro líquido de R$ 26,5 milhões no quarto trimestre de 2020. A cifra representa uma queda de 57,2% sobre o mesmo período de 2019, com lucro de R$ 62 milhões.

No acumulado de 2020, o lucro líquido da companhia totalizou R$ 60,4 milhões, queda de 5,5% sobre 2019.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 0,8 milhão no quarto trimestre, comparado ao resultado negativo de R$ 0,7 milhão no mesmo período de 2019.

No ano de 2020, a Mosaico registrou um resultado financeiro negativo em R$ 4,2 milhões, ante um resultado negativo de R$ 1 milhão em 2019.

Em 2020, o GMV originado para os lojistas parceiros totalizou R$4,2 bilhões, um crescimento de 122,3%.

No quarto trimestre, período mais intenso para o varejo, com Black Friday e Natal, o GMV originado pela companhia totalizou R$1,2 bilhão, um crescimento de 37,3%.

Receita avança 29,5%

A receita líquida da Mosaico no quarto trimestre de 2020 atingiu R$ 70,6 milhões, alta de 29,5% sobre igual período de 2019.

Nos doze meses de 2020 a receita da companhia avançou 103,1%, totalizando R$ 231,3 milhões.

No quarto trimestre, o lucro bruto foi de R$ 65,1 milhões, um crescimento de 27,9%. A margem bruta foi de 92,3%.

O lucro bruto em 2020 somou R$ 213,1 milhões, um crescimento de 106,8%, o que representa uma margem bruta de 92,1%, um avanço de 1,5 pontos porcentuais.

Ebitda despenca 77,7%

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) para o quarto trimestre foi de R$ 12 milhões. Os números refletem uma queda de 77,7 sobre o Ebitda de um ano antes.

A margem Ebitda ajustada para o trimestre foi de 17%, queda de 81,4 pontos porcentuais.

Em 2020, o Ebitda atingiu R$ 68,7 milhões, valor 20,8% superior ao registrado em 2019. A margem Ebitda ajustada para o acumulado do ano foi de 29,7%, queda de 20,2 p.p.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3