Morning Call: mercados abrem com sinais de recuperação

Filipe Teixeira
null
1

Crédito: Reprodução/Flickr

Parece que o jogo virou. O fechamento do mercado asiático em alta firme, os futuros em NY em disparada e a excelente abertura do mercado europeu, aliadas à igualmente promissora recuperação no preço do petróleo, fazem desta terça um oásis em meio a dias tão sombrios.

Por aqui, o mercado abre com boas perspectivas: Ibovespa Futuro abriu com alta de 5,52%, aos 67.390 pontos, enquanto o dólar futuro recuava 1,98%, a R$ 5.048.

Até o presidente Jair Bolsonaro parece mais aberto ao diálogo e menos propenso ao conflito com os parlamentares: em uma guinada surpreendente, aguardada desde o início do agravamento da pandemia, o presidente anunciou ontem, uma ajuda de R$ 85,5 bilhões para estados e municípios tratarem cada qual à sua maneira, com o preocupante cenário de rápida disseminação do coronavírus.

E o melhor, sem vitimismo contra a imprensa, sem ofensas nem indiretas, tampouco polêmicas gratuitas enviadas por sua sempre atenta prole no Twitter.

Ainda assim, Bolsonaro teve de enfrentar o inevitável desgaste da medida provisória que, inicialmente, suspendia o pagamento de salário por quatro meses, sem nenhuma compensação aos trabalhadores.

Guedes

Em entrevista ao Estadão, o ministro Paulo Guedes revelou a reação do presidente, antes da revogação da medida provisória, menos de 24 horas depois: ‘Tira, porque eu estou apanhando muito’, teria dito o presidente, que confessou ter assinado sem ler o documento, confiando em sua equipe econômica.

E de fato, estava apanhando mesmo: agora o mercado parece buscar explicações de ambos, em especial de Paulo Guedes, que alegou erro de digitação e tem sido cobrado por ser mais atuante nesta crise.

Mas a grande verdade é que ambos, presidente e ministro, não estão menos perdidos e sem referências diante tudo o que vem acontecendo, assim como a esmagadora maioria de nós, brasileiros.

Trégua?

Uma trégua a partir de hoje, apesar de utópica, seria um pontapé inicial importante para reverter o atual quadro em favor de todos, visto que somente as boas medidas do Banco Central, que nesta segunda-feira anunciou medidas que devem injetar e garantir liquidez de crédito à pessoas físicas e jurídicas na ordem de R$ 1,2 trilhão (equivalente a 16% do PIB), não foram suficientes até aqui, para trazer confiança de volta aos negócios.

Ao jornal O Globo, Guedes defendeu exatamente o contrário: que o governo está trabalhando em medidas para evitar demissões em áreas mais afetadas (hotéis, bares e restaurantes por exemplo), com as empresas pagando 1/3 do salário e o governo outros 1/3.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Nesta segunda-feira, foram registrados 345 novos casos do Covid-19 no Brasil, elevando o total de mortos em 35.

Restabelecimento

Resta torcer agora, para que a confiança também seja restabelecida lá fora, principalmente na Europa e nos Estados Unidos, onde o Federal Reserve tem promovido um socorro sem precedentes na história, anunciando a recompra de ativos de toda ordem.

No entanto, a reprovação dupla do pacote de socorro de Trump no Senado Americano, parece ter falado mais alto, nestes dias marcados pelo sufocamento das boas notícias em detrimento de sinais que são prenúncio de mais dificuldades.

Que o jogo comece a virar, também lá fora. Agora, resta torcer para que sauditas e russos, dispam-se de sua irresponsável, egoísta e oportunista decisão de brigar por preço de petróleo em plena expansão da crise humanitária do corona vírus.

Mas aí, talvez seja pedir demais…