Moody’s avalia como negativo uso de WhatsApp como meio de pagamentos

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Divulgação/Sada

A Moody’s, agência de classificação de risco, avaliou como negativo o rating dos bancos brasileiros após a confirmação de que o WhatsApp poderá enviar e receber dinheiro.

“A nova plataforma também permitirá que o Facebook monitore as transferências de dinheiro ao longo do tempo, provavelmente dando à big tech a oportunidade de alavancar outros serviços financeiros além dos pagamentos”, avaliou a Moody’s em comentário ao mercado.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Segundo a agência, essa nova metodologia poderá acelerar a implementação do Open Banking, que também fará o rating ser negativo para os bancos do País.

“A disrupção digital adicional para os bancos brasileiros causada pela expansão do Facebook também seria negativa para o rating”, acrescentou a Moody’s.

Longa novela do WhatsApp

A aprovação do WhatsApp como método de pagamento foi anunciada pelo Banco do Brasil na última terça, após uma longa novela de quase nove meses.

Em junho do ano passado, o BC suspendeu o teste que o Facebook, empresa dona do WhatsApp, tinha começado a fazer no Brasil.

Em parceria com as operadoras Visa e Mastercard, pessoas físicas e empresas poderiam usar a função pagamento dentro do aplicativo para transferirem dinheiro e fazerem pagamentos dentro do país e em reais. O BC, na época, interrompeu o serviço para verificar os riscos da nova tecnologia.

Pelas regras aprovadas na última terça, os usuários podem transferir até R$ 1 mil por operação, em um total de 20 envios por dia.

O limite mensal estabelecido é de de R$ 5 mil por mês, mas pode ser menor, dependendo do banco.

Banco do Brasil, Inter, Bradesco, next, Itaú, Mercado Pago, Nubank, Sicredi e Woop Sicredi, além operadoras de cartões Visa e Mastercard também apoiaram a iniciativa, assim como a Cielo, que é a maquininha oficial.

 

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.