BR Malls (BRML3) emite R$ 400 mi; Energisa (ENGI11) posterga investimentos

Felipe Alves
null
1

Crédito: Divulgação

A BR Malls aprovou em reunião do Conselho de Administração a captação por meio de emissão de cédulas de créditos bancários no valor de R$ 400 milhões.

Os CCB serão remunerados à taxa DI, acrescidos de 3,1% ao ano. Os recursos serão usados pelo BR Malls para reforço de caixa da empresa.

Segundo a companhia, as CCBs serão garantias por cessão fiduciária sobre eventual sobra na hipótese de eventual execução do instrumento particular de alienação fiduciária de imóvel em garantia celebrado entre a Cima Empreendimentos e a Cibrasec (Companhia Brasileira de Securitização) sobre lojas do Shopping Tijuca ou eventual indenização do imóvel.

Energisa (ENGI11) posterga investimento de R$ 500 milhões

A Energisa (ENGI11) informou ao mercado que decidiu postergar investimentos de R$ 500 milhões que seriam feitos em 2020. A medida tem como objetivo a proteção do caixa e gestão de liquidez. De acordo com a companhia, para preservar empregos e relações contratuais com fornecedores, a gestão das despesas controláveis será mais rígida. ” A empresa tem reforçado seus planos de contingência com o objetivo de equilíbrio econômico-financeiro no curto e médio prazos, diz o documento.

Unidas (LCAM3) aprova programa de recompra de ações

A Unidas (LCAM3) aprovou a criação do quarto programa de recompra de ações de emissão da companhia. Poderão ser adquiridas até 20.349.175 ações, correspondentes a 4% do total do capital social da companhia. O programa poderá ser realizado em 18 meses.

O objetivo da Unidas é adquirir ações de sua emissão para atender ao exercício de opções no âmbito dos planos de opção de compra de ações da companhia e/ou planos de incentivo a longo prazo baseados em ações, a ser executado em conformidade com  a regulamentação aplicável.