Money Week: Roberto Justus conta como atua no mercado financeiro e avisa que o Brasil “é a bola da vez”

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Reprodução / Money Week

Roberto Justus não precisa ser apresentado. Além de nome de sucesso no mercado publicitário e apresentador de televisão (no programa “O Aprendiz” e o talk show “Roberto Justus+”), o empresário agora se embrenha no mercado financeiro, como sócio da Nest Asset Management.

Ele foi entrevistado no terceiro dia da Money Week, rodada de entrevistas organizada pela Transformação Digital e pela EuQueroInvestir!, que vai de 25 a 29 de novembro e cujo conteúdo está integralmente disponível a todos neste link.

A transformação

Roberto Justus saiu da publicidade para conseguir sucesso também no mercado financeiro. E fez a transformação no momento certo: “cheguei no topo da carreira de publicidade e vendi no auge. Um ciclo tinha terminado. Para se dar bem no mercado financeiro você tem que ter credibilidade e performance para o dinheiro dos clientes. Não adianta ter credibilidade se não tiver performance e não adianta ter performance se não tiver credibilidade”. Além disso, ele diz que montou um “dream team” para trabalhar: “uma turma top de mercado para fazer a performance da empresa como um todo”.

A visão de Justus

Em pouco mais de dois anos, Roberto Justus acredita que sua experiência contribuiu para a Nest Asset: “ter a visão de como as coisas têm que funcionar ajuda muito. A performance tem que ser linear. Não adiantar dar um tiro de 30% num mês e depois errar e perder tudo. O mercado é feito de ciclos e os ciclos vêm de fora e do Brasil. Você tem que ver o mercado financeiro como um filme e não como uma foto. Não é tirar foto daquele momento. Aquele momento você pode estar bem, mas e daqui a três meses?”.

O momento do Brasil

Esse momento que a gente está vivendo é propício para trabalhar com os fundos, afinal a Selic tá baixa, podendo cair ainda mais, as pessoas estão buscando um pouco mais de renda variável – de perder o medo da renda variável com um uma boa gestão. “O dinheiro privado vai assumir o protagonismo que tinha o capital público”, diz Justus. “Não havia risco, nem competitividade. Com a Selic baixa, o rentista some do cenário e o investimento volta”, completa.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Justus está bem empolgado com o atual cenário brasileiro: “Se você olhar o mercado mundial, o farol tá para baixo. O Estados Unidos ainda são uma bonança. A Europa com o bico para baixo. O Brasil, não. O Brasil é a bola da vez”.

LEIA MAIS:

Money Week: Rodrigo Borges, criador do Buscapé, avalia o mercado das startups nos estágios iniciais

Money Week: gestor Henrique Bredda vê cenário econômico positivo no Brasil


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374