Mnuchin busca mais US$ 250 bi de auxílio a pequenas empresas

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Wikipedia

O secretário do tesouro americano, Steven Mnuchin afirmou nesta terça-feira (7), que discutiu com líderes do congresso para assegurar US$ 250 bilhões adicionais para empréstimos a pequenas empresas.

A medida visa ajudar as empresas que mais sofrem com a pandemia de coronavírus, conforme reportagem da CNBC.

Mnuchin conversou com líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, o líder da minoria no Senado Schumer, a presidente da Câmara Nancy Pelosi e o líder da minoria na Câmara Kevin McCarthy, sobre o financiamento.

Já McConnell disse na terça-feira que espera aprovar mais fundos na quinta-feira para ajudar as pequenas empresas afetadas pela pandemia.

“Vou trabalhar com o secretário Mnuchin e o líder Schumer e espero aprovar mais fundos para o Programa de Proteção ao Pagamento por consentimento unânime ou voto de voz durante a próxima sessão do Senado na quinta-feira”, disse ele em comunicado.

O programa encarou alguns desafios, como a falta de clareza sobre os termos válidos para os empréstimos e a rapidez com que os bancos poderiam distribuir os fundos, assim como falhas técnicas no sistema por causa da demanda.

Alguns bancos enxergaram o comunicado de forma positiva, acreditando que isso traria mais serenidade aos pequenos empresários de que o sistema possuiria recursos suficiente, segundo reportagem da CNBC.

O senador Cardin, Schumer e outros pediram nesta terça-feira que parte do program de empréstimos para pequenas empresas seja reservada para empresas sem relacionamento com bancos. Na tentativa de acelerar o processo de concessão de empréstimos. Visto que alguns bancos podem priorizar aquelas empresas que já tenham relacionamento.

“Sem um alcance proativo e sustentado, podemos esperar que comunidades carentes sejam prejudicadas desproporcionalmente – exatamente como foram durante a Grande Recessão, quando as empresas minoritárias sofreram um declínio vertiginoso na proporção de aprovações de empréstimos apoiadas pela SBA”, disseram eles à CNBC.

Mesmo com as ressalvas sobre o programa, os parlamentares estão sob pressão para liberar os recursos rapidamente. Oficiais da administração e legisladores reconheceram que o programa de empréstimos pode não ser suficiente. No entanto, Mnuchin disse à CNBC que pediria mais dinheiro ao Congresso se fosse necessário mais.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

A Casa Branca deve promover uma reunião virtual com executivos do setor bancário para debater questões, incluindo o apoio a pequenas empresas.

Enquanto isso, não era esperado que o Senado voltasse à sessão antes de 20 de abril. McConnell disse na terça-feira que uma sessão estava marcada para quinta-feira.

Depois da aprovação no Senado, o texto precisaria ser aprovado pela Câmara dos Deputados liderada pelos democratas. Pelosi disse à CNBC na semana passada que deseja mais empréstimos para pequenas empresas como parte de um quarto maior pacote de ajuda financeira que os democratas começaram a discutir.

LEIA MAIS

Rodrigo Maia defende projeto alternativo ao Plano Mansueto

Caixa: 30 milhões de contas-poupança serão criadas para o auxílio emergencial