MME avalia incluir o diesel verde na política energética

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: Divulgação

O Comitê RenovaBio, liderado pelo Ministério de Minas e Energia (MME), está discutindo a comercialização e consumo do diesel verde, que é produzido a partir de insumos renováveis.

A discussão ocorre no Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), presidido pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

As informações são da Broadcast.

Além da criação da política nacional para o diesel verde ser comercializado, há expectativas de que o óleo diesel derivado do petróleo seja substituído no futuro.

O Comitê RenovaBio se reúne pela primeira vez para conversar sobre diesel verde no dia 30 de setembro, de acordo com o secretário de Petróleo e Gás Natural do MME, José Mauro Coelho.

Disputas

O secretário participou, na última quinta-feira (17), de audiência pública promovida pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para avaliar propostas dos agentes de mercado para a nova regulamentação do diesel verde.

De acordo com Coelho, a nova regulação da ANP ficará por conta do CNPE e não vai funcionar como uma política pública. A agência deve só tomará partido sobre a qualidade e as características do novo combustível.

“Não cabe à ANP determinar a política pública energética do país. Cabe a ela regulamentar a política pública. Temos o órgão máximo de política pública, que é o CNPE”, afirmou, completando que o “novo ato regulatório permitirá a imediata comercialização e uso do novo biocombustível (diesel verde)”.

A fala de Coelho responde à Petrobras e outros grupos empresariais, assim como o Ministério da Economia. Estes reivindicaram à agência mudanças numa minuta de regulação relativa ao diesel verde.

Após a implementação da nova regra, é previsto que o novo biocombustível pode substituir exclusivamente o diesel derivado do petróleo.

No entanto, a estatal e seus apoiadores argumentam que um novo produto produzido em fase de teste pela Petrobrás substitua uma parcela do biodiesel associado ao diesel de petróleo, atualmente na proporção de 12%. A empresa quer disputar 5% desse porcentual total.

O diesel verde

O diesel verde é uma alternativa renovável para motores a combustão de ciclo diesel. Sua produção é feita com matérias-primas renováveis, como gorduras de origem vegetal e animal, cana-de-açúcar, álcool e biomassa.

Por fim, além de menos poluente, ele é tão eficiente quanto o similar de base fóssil e pode ser produzido nas refinarias onde são fabricados os derivados de petróleo.