Mirae formata carteira mais defensiva com BRF (BRFS3) e mais 9

Osni Alves
Jornalista (2007); Especializado em Comunicação Corporativa e RP (INPG, 2011); Extensão em Economia (UFRJ, 2013); Passou por redações de SC, RJ e BH (oalvesj@gmail.com).
1

Crédito: Mirae formata carteira mais defensiva com BRF (BRFS3) e outras 9

Com o objetivo de marcar posição, a Mirae Asset Management formatou sua carteira de abril de maneira a segurar o tranco previsto para o mês em decorrência do coronavírus.

Por isso, as ações recomendadas são: BRF (BRFS3), Cogna (COGN3), Fleury (FLRY3), Ind. Romi (ROMI3), Itau (ITUB4), Magalu (MGLU3), GPA (PCAR3), Raia Drogasil (RADL3), Rumo (RAIL3) e Via Varejo (VVAR3).

Isso porque um problema de saúde pública se tornou em uma crise de ordem financeira e sem precedentes neste século, o que torna ainda mas difícil executar ações de contenção.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

mirae-carteira-1

Petróleo

O quadro econômico também foi afetado por uma querela comercial entre Árabes e Russos, impactando, assim, o preço do petróleo.

“Por não ter aceitar rever sua produção do commoditie, a Rússia deu início a uma guerra de oferta, que derrubou o preço do barril e gerou grande desconforto mundial”, informou.

A pendenga na eurásia chegou ao continente norte-americano. Empresas do setor de xisto dos EUA ficaram transtornadas com a situação, que incide diretamente em suas operações.

Isso porque os EUA estavam avançando na extração do gás de xisto e usando este elemento como fonte de energia. Com um mercado globalizado, o tranco de fora e sentido dentro.

mirae-carteira-2

Liquidez

O montante financeiro anunciado para combate à pandemia deve gerar liquidez nos países nos próximos meses. É o que acontece quando se injeta tanto dinheiro na economia.

A armadilha da liquidez (liquidity trap) é um processo no qual uma economia, após sucessivas reduções dos juros para estimular o consumo, chega a taxas próximas a zero.

Com juros tão baixos, os agentes econômicos não tem estímulos para fazer investimentos de longo prazo, preferindo optar por manter seus recursos em dinheiro ou fazer investimentos de curto prazo, o que contribuiria para agravar a recessão.

Vale lembrar que os EUA anunciaram 2 trilhões de dólares como socorro ao mercado e aos trabalhadores. O Brasil ficou na casa dos R$ 800 bilhões, aproximadamente.

brf3-tradingview

Sentimento de piora

Para a Mirae, desde que o sentimento de que as coisas estão piorando no mundo se agravou, a Bolsa atingiu patamar de interrupção, algo visto apenas na crise do subprime.

“Foram observadas seis paradas por circuit breaker no mês”, lembraram.

Diante da forte aversão ao risco, o Ibovespa registrou desvalorização de aproximadamente 30% no mês e o dólar saiu de R$ 4,50 no final de fevereiro para R$ 5,20 no final de março.